A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

04/01/2011 17:55

Elias Ishy contraria PT em Dourados e vai registrar candidatura em Dourados

Jorge Almoas

Com base em resolução do PT Nacional, vereador quer anular indicação de vice

O vereador Elias Ishy confirmou que irá registrar sua candidatura à prefeitura de Dourados nesta quarta-feira, mesmo com a direção municipal do partido fazendo aliança com o Democratas e indicando o nome da professora Dinanci Ranzi para vice na chapa de Murilo Zauith.

Tanto o vereador como a executiva estadual se baseiam em decisão do PT nacional, dando interpretações próprias a uma mesma resolução. Ishy disse ao Campo Grande News que vai pedir a anulação da indicação de Dinanci a vice de Zauith.

Segundo Marcus Garcia, presidente regional do Partido dos Trabalhadores em Mato Grosso do Sul, a direção nacional do partido, quando reunida no dia 20 de dezembro, encaminhou recomendação para que o PT não fizesse aliança para a eleição extemporânea em Dourados.

“No entanto, não ficou proibida a aliança. A resolução é clara e diz que a proibição de aliança com partidos que não são da base aliada somente é válida em municípios com mais de 200 mil eleitores”, explica Marcus.

O presidente regional acrescenta que duas condições precisam ser obedecidas para que a aliança seja validada. A primeira é que a direção municipal do partido decida pela aliança, o que foi realizado, segundo Marcus, de maneira democrática e com votação aberta no último dia 30 de dezembro.

Já a segunda condição diz respeito à homologação pela executiva estadual da decisão municipal do partido. “A executiva se reúne no dia 25 de janeiro. O que posso adiantar é que dos 13 integrantes, oito estão propensos a aprovar a aliança”, finaliza Marcus.

Elias Ishy também se baseou na resolução que proíbe aliança com partidos fora da base, mas aferiu-se aos termos proibitivos. “Eu faço minha interpretação e o PT estadual faz a dele”, declarou o vereador.

Ele complementa que a aliança entre DEM e PT “não tem explicação”. “São como água e óleo, não dá pra imaginar”. Em contrapartida, na prefeitura de Laguna Caarapã, de acordo com a executiva estadual, a relação entre as duas siglas é harmoniosa. O prefeito Oscar Luiz Pereira Brandão (DEM) tem como vice o petista Valdemar José dos Santos.

O pedido encaminhado por Elias Ishy à executiva nacional só deve ser apreciado após as eleições, marcadas para 6 de fevereiro. “Não sei como ele fará, nem quais documentos serão apresentados”, falou Marcus Garcia.

O DEM protocolou hoje o pedido de candidatura de Murilo Zauith à prefeitura, tendo como vice a petista Dinanci Ranzi.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions