A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

28/12/2012 16:50

Entre os deputados federais, só Fabio Trad abriu mão de 14º salário

Dinheiro está previsto em decreto do Congresso Nacional. Quantia corresponde a um subsídio mensal

Nadyenka Castro
Fábio Trad, deputado federal abriu mão do subsídio de dezembro e fevereiro. (Foto: Divulgação)Fábio Trad, deputado federal abriu mão do subsídio de dezembro e fevereiro. (Foto: Divulgação)

O deputado federal Fábio Trad (PMDB) abriu mão do 14ª salário pago os parlamentares federais. Já os demais parlamentares de Mato Grosso do Sul receberam normalmente o montante que corresponde a um salário mensal, de R$ 26,7 mil.

De acordo com Fábio Trad, no início do ano ele fez documentação abdicando do 14º e do 15º salários. “Uma vez que os demais trabalhadores não fazem jus”, justificou o parlamentar.

Geraldo Resende (PMDB), afirma que recebeu, assim como Reinaldo Azambuja (PSDB). “Recebi sim”, disse. “Não sei se recebi”, declarou Luiz Henrique Mandetta (DEM).

A reportagem entrou em contato com a assessoria dos deputados Edson Giroto e Marçal Filho, ambos do PMDB, mas não obteve retorno. No gabinete do deputado Antonio Carlo Biffi (PT), a informação é de que ele está fora de Brasília e de Campo Grande e sem celular.

Vander Loubet (PT) não foi localizado por celular e, no gabinete dele, a informação é de que ele estava em viagem para Dourados.

14º e 15º salários – São chamados de 14º e 15º salários os pagamentos de subsídios recebidos nos meses de dezembro – pelo encerramento do ano legislativo – e em fevereiro – pelo início dos trabalhos. 

De acordo com a assessoria de imprensa da Câmara dos Deputados, a ajuda de custo destina-se à compensação de despesas com transporte e outras necessárias para comparecer à sessão legislativa.

O pagamento também considera o número de dias em que o parlamentar exerceu o mandato. Em fevereiro, é observada a proporcionalidade dos dias de efetivo exercício do mandato nos 30 dias subsequentes à primeira assunção (Ato da Mesa 34/2009). Para receber a ajuda de custo relativa a dezembro, os deputados também precisam ter exercido no mínimo dois terços do mandato.

Senado - O senador Waldemir Moka (PMDB) e outros 11 senadores devolveram o valor de R$ 26,7 mil referente à ajuda de custo paga aos parlamentares ao final de cada legislatura, o 14º. Por outro lado, outros 69 senadores embolsaram o benefício.



Para AQUELES que RECUSARAM aceitar os 14" e 15" salários aqui vai uma PARABENIZAÇÃO, pelo ato, mas lembrando que mesmo sendo legalizado ,é um tanto quanto exagerado. No entanto, para os indivíduos que "NÃO ESTÃO NEM AÍ PARA SEUS ELEITORES ,QUE NEM SEMPRE TEM UM SALÁRIO DIGNO" ou "DÃO RISADINHAS COM OS COLEGAS POLÍTICOS SOBRE ESSES SALÁRIOS EXTRAS", só nos resta deixá-los com sua "CONSCIÊNCIA".
 
Patricia Santos em 28/12/2012 18:04:36
Me sinto envergonhado em morar em um pais que paga 14º salario a deputados, enquanto a maioria nao tem nem um salario. afff
 
alex souza em 28/12/2012 17:35:19
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions