A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 19 de Julho de 2018

20/09/2010 14:10

Erro obriga eleitor a provar que não é condenado

Redação

Confundido com uma pessoa com o mesmo nome, o eleitor de Naviraí (366 km de Campo Grande) Aparecido Donizete Cardoso teve o nome incluído na lista de condenados com suspensão dos direitos eleitorais.

O equívoco começou quando a 2ª Vara Criminal de Umuarama (PR) remeteu ao cartório eleitoral informação de condenação criminal transitada em julgado contra uma pessoa homônima (com o mesmo nome).

Aparecido conseguiu comprovar à Justiça Eleitoral o erro porque os nomes de pai e mãe são diferentes.

O Juiz Eleitoral Eduardo Magrinelli Júnior determinou à Corregedoria Regional Eleitoral que providencie a exclusão do lançamento da suspensão dos direitos políticos do eleitor.

Processos eleitorais passam a ter prioridade na Justiça a partir desta 6ª-feira
A partir desta sexta-feira (20), os processos eleitorais ganharão prioridade na tramitação e julgamento em relação a outros –com exceção de habeas co...
DEM vai caminhar com Alckmin, mas permanece na estaca zero no Estado
No Democratas se consolida aliança com o presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB), enquanto em Mato Grosso do Sul o cenário permanece incerto pela inseg...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions