A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017

08/04/2016 11:50

Ex-prefeito recorre ao Tribunal de Justiça e pede desbloqueio de bens

Aline dos Santos
Ex-prefeito afirma que não houve irregularidades.  (Foto: Michel Faustino)Ex-prefeito afirma que não houve irregularidades. (Foto: Michel Faustino)

O ex-prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho (PTB), recorreu da decisão que determinou bloqueio de seus bens. No mês passado, o juiz da 1ª Vara dos Direitos Difusos, Coletivos, Individuais e Homogêneos, Marcelo Ivo de Oliveira, decretou a indisponibilidade de veículos e o bloqueios de ativos financeiros de 19 pessoas e duas empresas. A ordem foi para bloquear R$ 315,9 milhões.

Ontem, a defesa de Nelson Trad Filho entrou com pedido de agravo de instrumento no TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) e pede a reforma da decisão, tornando disponíveis todos os bens do ex-prefeito. A defesa pede que o custo do recurso seja pago somente ao fim ou se for deferido a liberação de bens, pois até as contas correntes não podem ser movimentadas.

O pedido de bloqueio partiu da força-tarefa do MPE (Ministério Público Estadual). Conforme a denúncia, houve irregularidades na contratação da Selco Engenharia para executar o serviço de recuperação das vias asfaltadas na Capital. Segundo os promotores, a concorrência pública 021/2012 foi direcionada para que a Selco vencesse o certame.

A decisão, em caráter liminar, é referente ao Inquérito Civil 10/2015, em que foram analisados cerca de 30 contratos para a execução do serviço de tapa-buraco em Campo Grande, no período de 2010 a 2012.

No dia 24 de março, durante entrevista coletiva, Nelson Trad Filho afirmou que o MPE e a Justiça foram induzidos ao erro e ficará comprovado que não houve nenhuma irregularidade durante sua gestão.

“Lamento que, em ano eleitoral, fatos que já foram arquivados ressuscitem sem qualquer prova nova a justificar. Não tive a oportunidade de prestar esclarecimentos, o que buscarei fazer para que se chegue à verdade e mostrar que tratei com lisura as mais de 1 mil obras que fiz na cidade”, declarou o ex-prefeito. O recurso tramita na 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions