A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

27/05/2009 17:43

Governo assume obras para manter duodécimo dos poderes

Redação

Para manter e não reduzir os atuais índices de repasses aos poderes, o governador André Puccinelli (PMDB) está assumindo o compromisso de realizar as obras com recursos do Poder Executivo. Este foi um dos pontos abordados na reunião de segunda-feira com os presidentes dos órgãos no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul.

Com o Ministério Público Estadual, conforme um assessor, o Estado planeja repassar para a Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) duas obras, a sede do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) e o anexo do órgão.

O mesmo pode ocorrer com o Tribunal de Justiça. Na semana passada, o Governo já firmou convênio para arcar com 50% dos custos da construção do anexo do órgão, orçado em R$ 10,3 milhões.

O mesmo pode ocorrer com a Assembléia Legislativa. O presidente da Casa, deputado estadual Jerson Domingos (PMDB) espera firmar convênio para a conclusão do anexo, obra paralisada há alguns anos. Ele estima que precisa de R$ 5 milhões para concluir o empreendimento.

O Governo estadual já licitou a construção da Escola Superior de Controle Externo, do Tribunal de Contas do Estado. A obra está orçada em R$ 1,6 milhão.

Hoje à tarde, durante a abertura do 2º Salão de Turismo, no Centro de Convenções Albano Franco, Puccinelli adotou o silêncio sobre as negociações com os poderes.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions