A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

20/09/2010 14:07

Imóveis de Artuzi foram financiados, afirma advogado

Redação

O advogado Carlos Marques, que representa o prefeito de Dourados, Ari Artuzi (sem partido), vai recorrer da decisão do desembargador Manoel Mendes Carli que determinou o sequestro de imóveis e gado em nome de Artuzi, da mulher dele, e de duas pessoas apontadas pela Polícia Federal como laranjas.

Marques informou que o argumento principal que usará é o fato de a investigação sobre os bens do prefeito ter desconsiderado financiamentos contraídos por ele para adquirir os bens. "Ele fez dívidas para comprar esses bens e isso não foi analisado", diz o advogado.

Segundo ele, a declaração de bens de Artuzi informa os financiamentos bancários obtidos para comprar imóveis.

Segundo a decisão da justiça que mandou seqüestrar bens de Artuzi, só entre abril de 2008 e março de 2010, em 23 meses, ele comprou seis imóveis urbanos e rurais, no valor de R$ 857 mil.

Prisão O advogado informou que entrou, na sexta-feira, com novo pedido de liberdade para Artuzi junto a TJ (Tribunal de Justiça).

Já um pedido de revogação da prisão preventiva em análise, mas o julgamento na Seção Criminal foi pautado só para o dia 19 de outubro.

O prefeito está desde o dia primeiro de setembro em uma cela do 3ª Delegacia de Polícia Civil em Campo Grande.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions