ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MARÇO, SÁBADO  02    CAMPO GRANDE 28º

Política

Juízes eleitorais já indeferiram 12 candidaturas em MS

Redação | 15/07/2008 13:26

Das centenas de ações de impugnação movidas por partidos, coligações e pelo Ministério Público Eleitoral contra registros de candidaturas a prefeito, vice e a vereador em Mato Grosso do Sul, 12 já foram julgadas procedentes pelos juízes eleitorais.

Foram 10 registros de candidatos a vereador impugnados, um a prefeito de Paranhos e um a vice-prefeito de Maracaju, conforme informações do site do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Mas o número pode ser bem maior, já que o Tribunal tem mostrado demora ao atualizar o site, pelo menos em relação aos dados dos candidatos.

No site não consta informação, por exemplo, dos registros de nenhum dos candidatos a prefeito e a vereador de cidades como Caracol, Ladário, Laguna Carapã e Cassilândia.

Mato Grosso do Sul teve 5.186 pedidos de registro de candidatura. Dos 10 candidatos a vereador que não estão aptos a concorrer, um é de Maracaju, um de Ponta Porã, um de Ribas do Rio Pardo, um de Selvíria, um de Vicentina, dois de Paranaíba, um de Iguatemi e dois de Aquidauana. Eles ainda poderão recorrer ao TRE/MS (Tribunal Regional Eleitoral).

Sidrolândia - Somente em Sidrolândia existem 41 ações de impugnação, todas movidas pelo Ministério Público. Essas ações ainda serão analisadas pela juíza eleitoral Joseliza Alessandra Vanzela.

Segundo o chefe de cartório, Leandro Santos Neves, a maioria dos pedidos de impugnação são de candidatos que não comprovaram escolaridade. Para concorrer nas eleições é preciso saber ler e escrever.

Neste caso, os candidatos serão notificados para trazer comprovante de escolaridade. Aqueles que não trouxerem serão submetidos a uma prova.

Nos siga no Google Notícias