A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

25/07/2012 13:15

Justiça nega impugnação e dá aval à candidatura de Dagoberto

Fabiano Arruda
Sentença que manteve candidatura a vice-prefeito de Dagoberto Nogueira foi proferida ontem. (Foto: Francisco Júnior)Sentença que manteve candidatura a vice-prefeito de Dagoberto Nogueira foi proferida ontem. (Foto: Francisco Júnior)

Em decisão proferida ontem (24), a juíza Elisabeth Rosa Baisch, da 36ª zona eleitoral de Campo Grande, negou impugnação do MPE (Ministério Público Estadual) e manteve o registro de candidatura de Dagoberto Nogueira (PDT) a vice na chapa encabeçada por Edson Giroto (PMDB) à Prefeitura de Campo Grande.

A contestação foi feita pelos promotores Rogério Augusto Calabria Araújo e Érica Espíndola, que questionaram a candidatura do pedetista por conta de condenação pelo TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) por infração quando ainda era secretário estadual de Justiça e Segurança Pública.

Como agora, em 2010, quando era candidato ao Senado, Dagoberto teve o registro da candidatura contestado por ter sido condenado em duas ações. Naquela eleição, também teve o registro de candidatura mantido.

Segundo ele, há dois anos, a sentença não tratou de direitos políticos e não o definia como inelegível, exigência da Lei da Ficha Limpa.

O ex-deputado federal afirma que venceu em primeira, segunda e terceira instância, em Brasília (DF), na ação que o defendia da acusação de inegibilidade.

Como a impugnação neste ano teve o mesmo embasamento dos processos anteriores, a juíza declarou, na sentença, que não reconhece a “incidência de qualquer causa de inegibilidade” e, por conta disso, julga improcedente a contestação da candidatura, registrando a candidatura de Nogueira a vice-prefeito.



Parabéns ao comentário de todos, vejo que tem muita gente consciente, eu também espero que no dia 7/10 a maioria dos eleitores votem a favor moralidade e não deixem que o poder econômico os corrompam. Chega de tanta impunidade.
 
gloria aparecida em 27/07/2012 11:13:32
Como diz um amigo não muda nada!!!
 
Arivaldo Paiva em 26/07/2012 08:09:07
Povo consciente não precisa de decisão da justiça, muito menos se foi absolvido ou condenado. É só esperar, que daremos a sentença em 07 de outubro, nas urnas!!
 
Gilmar Carvalho em 25/07/2012 05:31:00
Já que a justiça entende dessa forma, espero, então, que o povo aprenda e faça valer seu voto nas urnas, votando em quem realmente está com a ficha limpa.
 
Roni Delmondes em 25/07/2012 04:40:53
Tem problema não, meretíssima juiza, o verdadeiro julgamento será feito nas urnas, aguarde e aprenda...

NÃO siga, vote CONSCIENTE!!
 
João Márcio Escobar em 25/07/2012 02:45:38
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions