A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Dezembro de 2018

06/02/2018 18:42

Lei de incentivo a contratação de pessoas acima de 60 anos tramita no Senado

No projeto de autoria do senador Pedro Chaves (PSC-MS), as empresas poderão deduzir um salário mínimo da contribuição social

Geisy Garnes
Senador Pedro Chaves (PSC-MS) (Foto: Divulgação)Senador Pedro Chaves (PSC-MS) (Foto: Divulgação)

Uma lei de incentivo a contratação de funcionários idosos está em tramitação no Senado. De autoria do senador Pedro Chaves (PSC-MS), o projeto garante que as empresas poderão deduzir da contribuição social o valor de um salário mínimo - R$ 954,00 - para cada semestre de trabalho do empregado com idade igual ou maior que 60 anos.

Segundo o senador, o projeto é uma tentativa de combater os altos índices de desemprego no Brasil, que incentiva a contratação de funcionários experientes.“São profissionais talentosos, que têm experiência, e não pode se perder esse conhecimento, que vai dar uma contribuição efetiva para estas empresas. E as empresas absorvendo esse profissional, terão direito a alguns incentivos”, disse.

Nos últimos anos, diante da crise econômica, o desemprego cresceu, atingindo boa parte dos trabalhadores idosos. Conforme análise feita pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), a taxa de desemprego entre pessoas com mais de 60 anos sofreu elevação de 3,4% na comparação entre 2016 e 2015.

“As empresas não podem abrir mão desse conhecimento. Uma prova disso é que, nos grandes conglomerados empresariais, os idosos são maioria nos Conselhos de Administração, instância maior, que decide os rumos da corporação”, acrescentou o senador.

Apresentado à CAS (Comissão de Assuntos Sociais), em maio do ano passado, o projeto está pronto para entrar na pauta de votação da comissão, já que recebeu parecer favorável do relator, senador Otto Alencar (PSB/BA).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions