A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

26/10/2014 09:35

Maior colégio eleitoral da Capital registra movimento tranquilo

Ludyney Moura e Priscilla Peres
Quase sete mil pessoas votam na Escola Teutônio Vilela, na Capital (Foto: Marcos Ermínio)Quase sete mil pessoas votam na Escola Teutônio Vilela, na Capital (Foto: Marcos Ermínio)
Uma delas é a aposentada Maria José, que aos 86 anos ainda faz questão de votar (Foto: Marcos Ermínio) Uma delas é a aposentada Maria José, que aos 86 anos ainda faz questão de votar (Foto: Marcos Ermínio)

As eleições seguem tranquilas no maior colégio eleitoral de Campo Grande, o Colégio Estadual Teotônio Vilela, onde votam 6,741 eleitores. Diferente do 1º turno não há longas filas no local, apesar do grande fluxo de pessoas na escola.

Dois fiscais do TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) acompanham a votação no colégio, localizado no Núcleo Habitacional Universitárias, onde funcionam 16 seções eleitorais.

Os dois policiais militares que fazem a segurança no Teutônio Vilela, revelaram ao Campo Grande News que uma grande quantidade de santinhos foi jogada no local ainda na madrugada deste domingo (5).

Mesmo aos 86 anos e dispensada da obrigatoriedade, a aposentada Maria José Alencar foi uma das primeiras a chegar ao local. “Não preciso mais votar, mas faço questão de vir sempre. Eu moro aqui perto e sempre voto nessa escola”, disse a eleitora.

O campo-grandense Célio Rocha, de 51 anos, quis aproveitar os primeiros horários do dia e foi votar com toda a família, ao lado da esposa, da enteada e da neta. “Nós saímos cedo de casa, e juntos, e depois vou levar minha mulher para votar nas Moreninhas”.

Um casal, que não quis falar com a reportagem, compareceu à seção eleitoral sem os documentos pessoais, portando apenas um Boletim de Ocorrência. Apenas a mulher conseguiu votar, o homem não. Segundo um dos fiscais do TRE, a autorização para o exercício do direito de voto sem os documentos cabe ao presidente da seção.

Marun ainda quer votar relatório da JBS antes de posse no ministério
Na véspera de ser empossado como ministro da Secretaria de Governo, o deputado Carlos Marun (PMDB-MS), relator da Comissão Parlamentar Mista de Inqué...
Senado aprova R$ 1,9 bi a estados para compensar desoneração de exportações
Após suspender a sessão do Congresso Nacional, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), retomou os trabalhos do plenário da Casa com o obj...
Temer discutirá data de votação da reforma da Previdência nesta quinta
O anúncio do líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), de que a votação da proposta de reforma da Previdência ficará para fevereiro causou r...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions