A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

01/10/2016 13:36

Marquinhos ganha direito de resposta e volta a aparecer na TV neste sábado

Ricardo Campos Jr. e Aline dos Santos
Marquinhos volta a aparecer na TV mesmo após o fim do programa eleitoral (Foto: Fernando Antunes)Marquinhos volta a aparecer na TV mesmo após o fim do programa eleitoral (Foto: Fernando Antunes)

A última aparição dos candidatos a prefeito de Campo Grande foi na quinta-feira (29), mas Marquinhos Trad (PSD) voltará a aparecer nas telinhas durante a tarde deste sábado (1º) graças a um direito de resposta concedido pela Justiça Eleitoral. Conforme a sentença, a duração do material deverá ser de um minuto.

O pedido foi feito por Marquinhos em razão de um vídeo veiculado pela coligação Campo Grande é do Povo (PT-PTC) que atribui ao candidato a condição de funcionário fantasma da Assembleia Legislativa, fato que tem motivado inúmeros ataques após ter sido exposto durante um debate nesta semana.

Conforme transcrição anexada no caso, o áudio questiona o fato de o atual deputado estadual ter sido nomeado pelo pai para ocupar cargo na Assembleia Legislativa enquanto estava no Rio de Janeiro fazendo faculdade.

No entendimento da juíza Eucélia Moreira Cassal, da 8ª Zona Eleitoral, a propaganda petista “ultrapassa a representada as raias da mera crítica política, invadindo a seara, no mínimo, difamatória”, pontua.

Sobre a aparição do candidato mesmo com o fim do horário político, a magistrada recorreu a uma outra sentença semelhante. “Se a ofensa ocorrer em dia e hora que inviabilizem sua reparação dentro dos prazos estabelecidos nos parágrafos anteriores, a resposta será divulgada nos horários que a Justiça Eleitoral determinar, ainda que nas quarenta e oito horas anteriores ao pleito, em termos e forma previamente aprovados, de modo a não ensejar tréplica”, afirma.

Como Marquinhos, também por determinação da Justiça, tinha até as 13h para entregar o material às emissoras, ele gravou a resposta ainda pela manhã;

“Ela [juíza] entendeu que as mentiras ultrapassaram o limite do bom senso e, mesmo terminando o horário eleitoral gratuito entendeu que deveria ser esclarecida a verdade em inserções extraordinárias”, afirma o candidato.

Segundo ele, serão 22 inserções de 30 segundos cada que serão veiculadas entre as 15h e 20h.

Marun ainda quer votar relatório da JBS antes de posse no ministério
Na véspera de ser empossado como ministro da Secretaria de Governo, o deputado Carlos Marun (PMDB-MS), relator da Comissão Parlamentar Mista de Inqué...
Senado aprova R$ 1,9 bi a estados para compensar desoneração de exportações
Após suspender a sessão do Congresso Nacional, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), retomou os trabalhos do plenário da Casa com o obj...
Temer discutirá data de votação da reforma da Previdência nesta quinta
O anúncio do líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), de que a votação da proposta de reforma da Previdência ficará para fevereiro causou r...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions