A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

06/06/2012 15:14

Moacir Kohl diz que ainda não decidiu sobre candidatura em Coxim

Fabiano Arruda
Moacir Kohl já foi prefeito por duas vezes em Coxim. (Foto: Arquivo)Moacir Kohl já foi prefeito por duas vezes em Coxim. (Foto: Arquivo)

O ex-vice governador de Mato Grosso do Sul e ex-prefeito de Coxim, Moacir Kohl (PSB), afirmou nesta quarta-feira que ainda não se decidiu sobre sua candidatura à Prefeitura do município da região Norte.

Fato é que a posição de Kohl parece ter peso preponderante no processo. Durante a sessão de hoje na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Junior Mochi (PMDB) admitiu que o curso da disputa terá desdobramentos diferentes dependo se Kohl for ou não candidato.

Segundo Mochi, o PMDB já tem seu candidato em Coxim, o professor Marcos Rodrigues Marques, no entanto, caso o ex-vice governador decida sair candidato, pode ganhar apoio dos peemedebistas.

“Eu e o Kohl disputamos eleições em Coxim e, como não estou na disputa, ele lidera sozinho nas pesquisas”, comentou o deputado que também foi prefeito de Coxim.

Moacir Kohl admitiu que conversa com o PMDB, mas reforça que a decisão em ser candidato depende de aspectos, principalmente, administrativos. O anúncio deve sair antes das convenções partidárias marcadas para o fim do mês.

Segundo ele, a cidade vive um momento ruim administrativamente e será preciso garantir desde já apoio do Governo do Estado e da bancada federal para atrair investimentos e reverter o quadro.

“É uma questão de muita responsabilidade. Precisamos de obras em Coxim que, por ter como força o meio ambiente, não consegue atrair indústrias, por exemplo, por conta da legislação ambiental. E assim a região está fadada a ter sérios problemas de desenvolvimento”, comentou ele, que foi prefeito por duas vezes.

Outro ponto, conforme Kohl, é a resistência da família, que prefere que ele não concorra novamente a uma sucessão municipal, no entanto, disse que dos entraves é o menor. “Se eu decidir eles vão me apoiar. Agora é questão mais administrativa e de projeto”, pontuou.

“Ser prefeito por vaidade, na minha idade, já não é o caso, muito menos por dinheiro, já que estou bem com minhas empresas. Precisamos de um bom projeto, pois a responsabilidade e a pressão são enormes”, explicou Kohl, destacando possuir cerca de 60% de aprovação da população, que respondeu em pesquisa desejar que ele retorne à administração municipal.



60% de aprovação? devem ter entrevistado só os da sua família!!!! Fica em casa, Kohl... Deixa Coxim em paz.
 
Marina Souza em 06/06/2012 07:51:47
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions