A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

22/10/2014 21:43

Na Capital, Lula lembra sua história, dá conselhos e motiva petistas e aliados

Ludyney Moura
Essa é a nona vez que Lula vem a Mato Grosso do Sul. ( Fotos: Alcides Neto)Essa é a nona vez que Lula vem a Mato Grosso do Sul. ( Fotos: Alcides Neto)

Mostrando-se à vontade e bem humorado, o ex-presidente Lula, fundador e maior estrela do PT, fez um discurso que mesclou descontração, memórias familiares, conselhos e motivação à militância.

Durante seu discurso no Bairro Aero Rancho, o mais populoso da Capital, uma caixa de engraxate e uma carta prenderam a atenção do ex-presidente. Lula contou aos presentes um pouco de sua história.

“Quando eu tinha 11 anos morava com outras 13 pessoas em uma casa com quarto e cozinha. A gente usava o banheiro do bar, o mesmo que os clientes bêbados usavam. Então eu fiz uma caixa de engraxate para ajudar minha mãe. Ganhava cinco cruzeiros na época por cada engraxada”, recordou Lula. "Eu só ficava bravo quando alguns, depois de beber umas canas, iam embora e não me pagavam. Mas, eu não fazia nada, porque além de ficar sem dinheiro poderia apanhar", brincou. 

Na carta, que lhe foi entregue em meio à multidão que o ouviu, a história de um homem que acusou o PSDB e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso de serem os responsáveis pela venda da sua casa para pagar o curso universitário, e que creditava a Lula e o PT a possibilidade de financiamento de uma casa nova e duas pós-graduações.
“Delcídio, guarde esta carta com você, no seu gabinete. Essa é a razão pela qual somos eleitos”, disse Lula ao senador Delcídio do Amaral, candidato do PT ao Governo do Estado.

A maior estrela petista também revelou que tinha o sonho de ter sido economista. “Eu achava bonito saber tudo de números. Na oposição serve para tudo, mas no governo isso já é mais difícil”, brincou, e justificou que apesar de não ter tido a oportunidade de cursar economia, aprendeu a cuidar do dinheiro “com uma mãe analfabeta que cuidou de oito filhos com um salário mínimo”, emendou.

A Visita - Foram pouco mais de três horas e meia em solo campo-grandense, mas o ex-presidente Lula fez questão de reforçar a campanha ao Governo do Estado do senador Delcídio do Amaral. Primeiro no Bairro Nova Lima e depois no Aero Rocha, a principal estrela petista esbanjou carisma e entusiasmou a militância da sigla e aliados.

Na carreata que percorreu a região dos bairros Tarsila do Amaral e Nova Lima, norte da Capital, Lula posou para fotografias com todos que pediam sua atenção. Dispensou seguranças particulares e não negou o espetinho de carne que lhe foi oferecido por um comerciante. Alguns pais davam suas crianças, algumas a contragosto, para sair na foto com o petista.

Questionado pelo Campo Grande News se esse tipo de receptividade era comum em todo o país e se isso o motivava a voltar a ser candidato, o ex-presidente limitou-se a dizer que em Recife (PE) e Porto Alegre (RS) foi recebido por milhares de pessoas com a mesma empolgação. Despediu-se do Nova Lima com um discurso improvisado cobrando o voto do agronegócio e destacando conquistas sociais de sua gestão.

Lula deixou a Capital pouco depois das 21h desta quarta-feira (22), sem falar com a imprensa. Na única resposta completa a um jornalista, fez questão de dizer ao Campo Grande News que, mesmo não sendo candidato, queria os votos de ricos e pobres. Amanhã, o ex-presidente volta a Campo Grande, mas desta vez no Rio de Janeiro, para onde embarcou logo que deixou Mato Grosso do Sul.

 

Lula leu carta de um dos beneficiados pelo programa Minha Casa, Minha Vida e a entregou a Delcídio (Foto: Alcides Neto)Lula leu carta de um dos beneficiados pelo programa Minha Casa, Minha Vida e a entregou a Delcídio (Foto: Alcides Neto)
Marun ainda quer votar relatório da JBS antes de posse no ministério
Na véspera de ser empossado como ministro da Secretaria de Governo, o deputado Carlos Marun (PMDB-MS), relator da Comissão Parlamentar Mista de Inqué...
Senado aprova R$ 1,9 bi a estados para compensar desoneração de exportações
Após suspender a sessão do Congresso Nacional, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), retomou os trabalhos do plenário da Casa com o obj...
Temer discutirá data de votação da reforma da Previdência nesta quinta
O anúncio do líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), de que a votação da proposta de reforma da Previdência ficará para fevereiro causou r...


Pra quem gosta de apostar em jogos ou adquirir bilhetes da Loteria Federal, o IBOPE, O DATAFOLHA, o SENSUS/CNT e outros institutos de pesquisa recomendam, neste fim de semana APOSTE GALO NA CABEÇA; GALO: Bras. No jogo do bicho [q. v.] o 13º, que abrange as dezenas 49, 50, 51 e 52, e CORRESPONDE AO NÚMERO 13.
quer apostar em dezenas?? a sugestão é 49 e 52; vai com fé, que dá,
 
ARIete em 23/10/2014 10:34:16
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions