A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

22/01/2012 10:49

Orçamento sem vetos garantiu mais recursos para MS, diz Giroto

Edmir Conceição
Giroto foi relator setorial do Orçamento Geral da União 2012, sancionado sem vetos.Giroto foi relator setorial do Orçamento Geral da União 2012, sancionado sem vetos.

O deputado Edson Giroto (PMDB/MS) comemorou a sanção do Orçamento Geral da União sem vetos e analisou que o desempenho da bancada de Mato Grosso do Sul assegurou não só as metas, mas também ampliou o volume de recursos consignados no OGU. A lei orçamentária foi publicada sexta-feira (20) no Diário Oficial da União.

“Não temos registros na história política brasileira que o orçamento tenha sancionado sem algum tipo de veto”, disse Giroto, que participou como Relator Setorial das Cidades ficando a cargo dele analisar as matérias que envolvem os orçamentos dos ministérios do Planejamento e das Cidades, estimados em R$ 40 bilhões.

O deputado disse que a bancada de Mato Grosso do Sul ainda conseguiu emplacar maior volume de recursos do que o previsto inicialmente, em razão da sua participação na Relatoria. Ele disse ter conseguido elevar em R$ 106 milhões o total destinado no Orçamento da União de 2012. As sete obras que tinham investimentos previstos de R$ 198,9 milhões, vão contar com R$ 304,9 milhões.

Foram aumentados os valores para uma emenda de autoria do senador Antonio Russo (PR/MS) para a MS-473, teve o valor elevado de R$ 21,5 milhões para R$ 31,5 milhões. Para a BR-163, duas emendas tiveram seus valores elevados. Uma pulou de R$ 32,2 milhões para R$ 82,2 milhões e a outra, de autoria do senador Waldemir Moka (PMDB), de R$ 57,2 milhões para R$ 72,2 milhões.

No setor urbano, quatros emendas tiveram seus valores ampliados. Uma, de autoria conjunta dos deputados Reinaldo Azambuja (PSDB), Vander Loubet (PT) e Fábio Trad (PMDB), teve o valor elevado, após pedido de Giroto, de R$ 21,5 milhões para R$ 26,5 milhões.

A emenda é para obras de mobilidade urbana em Campo Grande. Também foi aumentado de R$ 21,5 milhões para R$ 41,5 milhões a emenda de Giroto para obras de infraestrutura em Campo Grande.

As duas últimas emendas são para o município de Dourados, sendo que a de autoria do deputado Marçal Filho (PMDB), passou de R$ 21,5 milhões para R$ 26,5 milhões. O recurso é para obras de infraestrutura urbana. Outra emenda para infraestrutura turística no município teve o valor elevado de R$ 23,5 milhões para R$ 24,5 milhões.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions