A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

05/06/2013 13:45

Para presidente do PT, Bernal não tem articulação e é muito centralizador

Leonardo Rocha
Presidente do PT, Marcus Garcia, disse que pesquisa avaliará popularidade de Bernal (Foto: Arquivo)Presidente do PT, Marcus Garcia, disse que pesquisa avaliará popularidade de Bernal (Foto: Arquivo)

O presidente estadual do PT, Marcus Garcia, declarou que na avaliação do partido o prefeito Alcides Bernal (PP) precisa melhorar sua administração e a relação com o Legislativo municipal. De acordo com o Garcia, o PT irá fazer mais uma reunião de avaliação para levar as reivindicações ao prefeito, além de estudar para os próximos dias, uma pesquisa de popularidade de Bernal.

Desde segunda-feira, surgem rumores de uma possível saída do PT da base do prefeito Alcides Bernal. O senador Delcídio do Amaral (PT) tinha uma pauta marcada com o prefeito (segunda), no período da manhã em seu gabinete, porém desmarcou o compromisso em cima da hora. No mesmo dia o PT se reuniu para avaliar os primeiros cinco meses de Bernal. “Entendemos que há uma dificuldade do prefeito em se articular com os vereadores, que está prejudicando a cidade, além de não dar autonomia aos secretários”, explicou Garcia.

O presidente do PT confirmou as informações de alguns vereadores, que o partido encomendaria uma pesquisa junto a população, para avaliar a “popularidade” dos prefeitos de Mato Grosso do Sul, inclusive de Bernal. “Estamos estudando e esta pesquisa pode ser feita nos próximos dias, pois existe uma análise do custo financeiro desta apuração”, destacou.

Segundo o dirigente, o PT entende o momento “conturbado” do prefeito em função das disputas políticas com o PMDB, no entanto ressalta que este “entrave” não o exime do diálogo político. “Ele precisa ouvir os outros partidos e conversar com aqueles que estão ao seu lado, como o PT, PSDB e MD, tem que buscar uma relação harmônica”, ponderou.

Garcia destaca que após esta segundo reunião sobre Bernal, o partido pretende se reunir com ele, para expor a “insatisfação” e pedir mudanças em sua gestão. “Ainda estamos juntos, mas iremos colocar nossa posição”. Ontem, durante visita ao TCE (Tribunal de Contas Estadual), o prefeito afirmou que ainda não recebeu nenhum comunicado do PT, e, portanto, ainda considera o partido como aliado.



Ele vai dizer que é perseguição e que não entende o motivo. Quem não está entendendo a população. A coisa se complica cada vez que ele tentar se justificar.
 
Miriam Pereira em 05/06/2013 17:00:18
ISSO É BOM PRA VCS APRENDEREM A APOIAR NAS EPOCAS DE ELEIÇÕES. OU VCS DO PT, ACHAVAM QUE IAM MANDAR NA PREFEITRA? SONHAR NAO CUSTA NADA NE?
 
LUCIANO MARQUES em 05/06/2013 14:59:35
Sera que vai conseguir ? Ele e tao prepotente que vai dizer que ate o PT o esta
perseguindo.Coitado...mania de perseguição que nem terapia o cura desse mal.
 
Vera Lucia Dias em 05/06/2013 14:42:19
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions