A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

24/07/2008 07:00

Pesquisa mostra reeleição fácil de Trad Filho com 71,5%

Redação

A primeira pesquisa, após a homologação das candidaturas para prefeito em Campo Grande, mostra tranqüilidade para Nelson Trad Filho (PMDB) em relação aos demais adversários, nesta largada da campanha eleitoral.

De acordo com o levantamento, realizado pelo Ipems (Instituto de Pesquisas de Mato Grosso do Sul Ltda), em parceria com o Campo Grande News e a Rádio Capital FM, se a votação fosse hoje a reeleição seria fácil, já no primeiro turno, com 71,50% dos votos.

O índice se refere a pesquisa estimulada, onde os nomes de todos os candidatos são apresentados durante a consulta. A margem de erro é de 3,4 pontos percentuais para mais, ou para menos.

Eleitores que não responderam ou estão indecisos (10,25%) e que votarão em branco ou nulo (6,63%), somam quase 17% dos consultados, número superior ao conquistado por todos os outros quatro candidatos juntos na Capital.

Pedro Teruel (PT) aparece com 9,50%, Suel Ferrante (PSTU) com 1%, Iara Costa (PMN) tem 0,75 e Henrique Martini (PSOL) 0,38%.

Os dois primeiros colocados na pesquisa de julho tiveram pequena alteração sobre a intenção de votos, registrada antes das candidaturas serem oficializadas.

Em maio, o prefeito havia alcançado um pouco menos - 70,87%, e Pedro Teruel quase dois pontos percentuais a mais - 11,27%.

Perfil do eleitor - Quando o assunto é escolaridade, a diferença para o segundo colocado fica menor em dois extremos. Entre analfabetos Trad Filho tem 43,75% dos votos e Teruel 12,50%.

Já quando o entrevistado tem ensino superior o resultado é: 65% para Trad Filho e 15% para Pedro Teruel. Nos dois casos, são os melhores desempenhos do petista no embate direto com o prefeito.

Sobre a condição econômica, Trad Filho tem a preferência de eleitores com renda familiar superior a 8 salários mínimos. Pedro Teruel consegue maior índice entre os que recebem de 3 a 8 salários (10,34%), assim como Suel Ferranti (1,38%).

Iara Costa e Henrique Martini só tiveram votos dos que têm até 3 salários de renda familiar.

Sem nomes - Já na pesquisa espontânea, o prefeito tem índice bem inferior, 53,87%, mesmo assim fica muito a frente do 2º candidato, Pedro Teruel, que teve 3,25%.

Nessa simulação, a maior ameaça para Trad Filho foi o alto número de eleitores que não responderam ou não sabem em quem vão votar. O índice ficou em 1ª colocação quando o entrevistado teve de responder espontaneamente, alcançando 53,87%.

A lista espontânea demonstra também a desinformação de muitos, que chegam a citar nomes como do governador André Puccinelli como candidato a prefeito.

A pesquisa sobre a corrida eleitoral em Campo Grande foi realizada nesta semana, entre os dias 21 e 23 de julho, com 800 eleitores e está registrada na 36ª Zona Eleitoral de Campo Grande, sob o número 004/2008.

Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions