ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, SEXTA  23    CAMPO GRANDE 32º

Política

Pesquisa mostra reeleição fácil de Trad Filho com 71,5%

Redação | 24/07/2008 07:00

A primeira pesquisa, após a homologação das candidaturas para prefeito em Campo Grande, mostra tranqüilidade para Nelson Trad Filho (PMDB) em relação aos demais adversários, nesta largada da campanha eleitoral.

De acordo com o levantamento, realizado pelo Ipems (Instituto de Pesquisas de Mato Grosso do Sul Ltda), em parceria com o Campo Grande News e a Rádio Capital FM, se a votação fosse hoje a reeleição seria fácil, já no primeiro turno, com 71,50% dos votos.

O índice se refere a pesquisa estimulada, onde os nomes de todos os candidatos são apresentados durante a consulta. A margem de erro é de 3,4 pontos percentuais para mais, ou para menos.

Eleitores que não responderam ou estão indecisos (10,25%) e que votarão em branco ou nulo (6,63%), somam quase 17% dos consultados, número superior ao conquistado por todos os outros quatro candidatos juntos na Capital.

Pedro Teruel (PT) aparece com 9,50%, Suel Ferrante (PSTU) com 1%, Iara Costa (PMN) tem 0,75 e Henrique Martini (PSOL) 0,38%.

Os dois primeiros colocados na pesquisa de julho tiveram pequena alteração sobre a intenção de votos, registrada antes das candidaturas serem oficializadas.

Em maio, o prefeito havia alcançado um pouco menos - 70,87%, e Pedro Teruel quase dois pontos percentuais a mais - 11,27%.

Perfil do eleitor - Quando o assunto é escolaridade, a diferença para o segundo colocado fica menor em dois extremos. Entre analfabetos Trad Filho tem 43,75% dos votos e Teruel 12,50%.

Já quando o entrevistado tem ensino superior o resultado é: 65% para Trad Filho e 15% para Pedro Teruel. Nos dois casos, são os melhores desempenhos do petista no embate direto com o prefeito.

Sobre a condição econômica, Trad Filho tem a preferência de eleitores com renda familiar superior a 8 salários mínimos. Pedro Teruel consegue maior índice entre os que recebem de 3 a 8 salários (10,34%), assim como Suel Ferranti (1,38%).

Iara Costa e Henrique Martini só tiveram votos dos que têm até 3 salários de renda familiar.

Sem nomes - Já na pesquisa espontânea, o prefeito tem índice bem inferior, 53,87%, mesmo assim fica muito a frente do 2º candidato, Pedro Teruel, que teve 3,25%.

Nessa simulação, a maior ameaça para Trad Filho foi o alto número de eleitores que não responderam ou não sabem em quem vão votar. O índice ficou em 1ª colocação quando o entrevistado teve de responder espontaneamente, alcançando 53,87%.

A lista espontânea demonstra também a desinformação de muitos, que chegam a citar nomes como do governador André Puccinelli como candidato a prefeito.

A pesquisa sobre a corrida eleitoral em Campo Grande foi realizada nesta semana, entre os dias 21 e 23 de julho, com 800 eleitores e está registrada na 36ª Zona Eleitoral de Campo Grande, sob o número 004/2008.

Nos siga no Google Notícias