A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

12/09/2018 13:38

PF prende em Guia Lopes pecuarista acusado de “esquentar” R$ 1 milhão

Miltro Rodrigues Pereira é um dos cinco pecuaristas com prisão decretada pelo STJ por envolvimento em esquema de corrupção

Helio de Freitas, de Dourados
Miltro Rodrigues Pereira foi preso em Guia Lopes da Laguna (Foto: Reprodução)Miltro Rodrigues Pereira foi preso em Guia Lopes da Laguna (Foto: Reprodução)

Entre os 14 políticos e pecuaristas que tiveram a prisão decretada pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça) na Operação Vostok desencadeada hoje (12) pela Polícia Federal, está Miltro Rodrigues Pereira. Ele foi preso em casa, na Rua Marechal Deodoro, no centro de Guia Lopes da Laguna, a 227 km de Campo Grande.

Através da Agropecuária Duas Irmãs, Miltro é acusado de emitir notas frias no valor de R$ 1.032.229,80, supostamente transferidos ao governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

“O pecuarista aparece envolvido com a emissão de notas fiscais falsas, utilizadas pela JBS para dissimulação do pagamento de propina no ano de 2016, juntamente com diversos outros pecuaristas”, afirma a decisão do ministro Félix Fischer, que decretou as prisões e mandados de busca e apreensão cumpridos hoje na Capital, nas cidades sul-mato-grossenses Aquidauana, Dourados, Maracaju, Guia Lopes de Laguna e Trairão, no Pará.

Conhecido em Guia Lopes da Laguna como homem mais rico da cidade, Miltro Pereira, de 69 anos de idade, foi apontado na delação do presidente e dos executivos da holding J&F, que controla a JBS. Segundo a PF, ele usava a própria conta bancária para receber a propina.

Vostok - A operação reúne 220 policiais federais e promotores federais e estaduais. Equipes estiveram na casa do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), no edifício State Garden, na Avenida Alvorada, em Campo Grande, e também no apartamento de Rodrigo Souza e Silva, o filho do chefe do Executivo, que mora em prédio no cruzamento das ruas 13 de Junho e Avenida Afonso Pena.

Vostok é o nome de uma estação de pesquisa russa localizada na Antártida onde já foi registrada uma das menores temperaturas da Terra. Segundo a PF, o nome faz referência às notas fiscais frias utilizadas para a dissimulação dos pagamentos.

Conforme despacho do Superior Tribunal de Justiça, a lista dos mandados de prisão tem os nomes abaixo:

Rodrigo Souza e Silva
Ivanildo da Cunha Miranda
João Roberto Baird
José Ricardo Guitti Guimaro
Antônio Celso Cortez
Elvio Rodrigues
Francisco Carlos Freire de Oliveira
José Roberto Teixeira, deputado estadual
Marcio Campos Monteiro
Miltro Rodrigues Pereira
Nelson Cintra Ribeiro
Osvane Aprecido Ramos
Rubens Massahiro Matsuda
Zelito Alves Ribeiro



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions