A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Agosto de 2017

20/03/2015 09:17

PMDB realiza encontro para debater reforma política e eleição de 2016

Leonardo Rocha
Lideranças do PMDB vão discutir reforma política e ouvir bases locais para as eleições de 2016 (Foto: Divulgação - PMDB)Lideranças do PMDB vão discutir reforma política e ouvir bases locais para as eleições de 2016 (Foto: Divulgação - PMDB)

A direção estadual do PMDB promove amanhã (21), a partir das 8h, um evento com a participação das principais lideranças estaduais e municipais do partido, onde será debatido a proposta de reforma política para o país, que está no Congresso Nacional, assim como começar a avaliação do cenário político para as eleições municipais de 2016, já que a legenda pretende ter candidatura própria nos 79 municípios do Estado.

O evento irá ser realizado no auditório da Seleta (Sociedade Caritativa e Humanitária), que fica na Rua Pedro Celestino, na área central de Campo Grande. De acordo com a direção do PMDB, o encontro a ser realizado no período da manhã, será dividido em duas partes, a primeira uma apresentação sobre a proposta de reforma política, sendo conduzida pelo deputado federal Marcelo Castro (PMDB-PI), que é relator do projeto, na Câmara dos Deputados.

Depois em um um segundo momento, será feita a avaliação do quadro político nos 79 municípios do Estado, com as lideranças locais conversando e passando informações sobre as bases eleitorais, para que já comece a articulação e indicações de nomes que possam concorrer nas eleições municipais em 2016. Em Campo Grande, por exemplo, ficará a cargo do ex-prefeito Nelsinho Trad (PMDB) e do ex-governador André Puccinelli (PMDB) fazer esta devida avaliação e até entregar relatório sobre a situação da Capital.

“Vamos aproveitar para saber como estão a situação política nos municípios, e saber quais são os encaminhamentos das lideranças locais”, disse o presidente estadual do PMDB, o deputado Junior Mochi. Já o deputado federal Carlos Marun (PMDB) ressaltou que neste momento o importante é a articulação interna do partido, para depois no segundo semestre começar a discutir os possíveis candidatos. “Temos que estar cientes que até dezembro, esta questão dos nomes precisa estar definida”.

Reforma – Mochi ressaltou que a participação do relator da reforma política, Marcelo Castro, será importante para esclarecer quais são os pontos que já possuem a anuência dos parlamentares e aqueles que ainda geram divergências, para ter conhecimento do que se pode ser aprovado no Congresso Nacional. “Queremos saber todos os pontos e questões que estão na mesa, até para contribuirmos com esta discussão”, disse ele.

O deputado federal Carlos Marun (PMDB) ponderou que existe uma expectativa em todo país, para que aconteça estas mudanças na legislação eleitoral. “A classe política precisa avançar nesta proposta, vamos discutir os aspectos mais importantes em pauta, estamos empenhados”, destacou.

Marun ainda revelou que está junto com Marcelo Castro, em Curitiba (PR), participando de um evento justamente para discutir a reforma política e que segue ainda hoje (20) para Campo Grande, onde deve chegar no período da tarde, já que o relator vai realizar uma palestra a partir das 19h30, aos acadêmicos de Direito da Anhanguera Uniderp.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions