ACOMPANHE-NOS    
MARÇO, DOMINGO  29    CAMPO GRANDE 23º

Política

Pré-candidatos ficaram fora das lideranças e principal comissão

Blocos e bancadas preferiram não indicar deputados, já que eles terão que se dedicar a campanha

Por Leonardo Rocha | 26/02/2020 12:07
Deputados Márcio Fernandes (MDB) e José Carlos Barbosa (PSDB), durante sessão (Foto: Luciana Nassar/ALMS)
Deputados Márcio Fernandes (MDB) e José Carlos Barbosa (PSDB), durante sessão (Foto: Luciana Nassar/ALMS)

Os deputados pré-candidatos e cotados para disputa eleitoral neste ano, ficaram de fora da principal comissão da Assembleia, da CCJ (Comissão de Constituição, Justiça e Redação) e da liderança dos blocos partidários. Este cenário já tinha sido previsto pelo presidente da Casa de Leis, Paulo Corrêa (PSDB), já na primeira sessão do ano.

A justificativa é que estes deputados terão que dividir o tempo entre as sessões e campanhas eleitorais neste ano, por isso não teria disposição para fazer parte da CCJ, que é a comissão que precisa avaliar todos os projetos que entram na Assembleia, com reuniões semanais.

Os quatro pré-candidatos a prefeito: Pedro Kemp (PT), Márcio Fernandes (MDB), Renan Contar (PSL) e José Carlos Barbosa (DEM), assim como os cotados para disputa (eleitoral): Renato Câmara (MDB), Onevan de Matos (PSDB), Marçal Filho (PSDB) e Carlos Alberto David (PSL), ficaram fora da comissão e das lideranças.

Por esta condição (pré-candidato), José Carlos Barbosa até deixou a liderança do Governo, que agora é ocupada pelo deputado Gerson Claro (PP). O democrata lembra que estas funções exigem tempo e foco do parlamentar, já que fazem parte da rotina diária e semanal da Assembleia. “Por isso este ano vou priorizar o meu mandato e a campanha”, explicou. Márcio Fernandes (MDB) também ficou fora do comando do bloco G-8. 

Composição - A CCJ terá neste ano os deputados Lídio Lopes (Patri), como presidente, Eduardo Rocha (MDB) vice-presidente, além de Rinaldo Modesto (PSDB), Gerson Claro (PP) e Evander Vendramini (PP). Nenhum deles pretende disputar eleição neste ano.

Já Londres Machado (PSD) e Eduardo Rocha (MDB), ficaram a frente respectivamente dos blocos (partidários) G-10 e G-8, enquanto que Rinaldo Modesto no comando da bancada estadual do PSDB.