A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

27/05/2013 16:56

Prefeito de Corumbá faz ofensiva contra a especulação imobiliária

Zemil Rocha
IPTU Progressivo vigorará a partir de 2014 em Corumbá (Foto: Miriam Ibanhes)IPTU Progressivo vigorará a partir de 2014 em Corumbá (Foto: Miriam Ibanhes)

O prefeito de Corumbá, Paulo Duarte, anunciou uma grande ofensiva contra a especulação imobiliária e os vazios urbanos no município. Na semana que vem Duarte vai publicar decreto definindo os critérios e as regiões da cidade para a aplicação do IPTU Progressivo, que começará a vigorar a partir de 2014.

"Será estabelecida uma política de desapropriação das áreas que não cumprem a sua função social e aumentam os vazios urbanos”, afirmou o prefeito corumbaense. “Essa política estará, inclusive, alinhada com os preceitos do Estatuto das Cidades e também das conclusões retiradas da Conferência das Cidades, ocorrida na primeira quinzena deste mês aqui em Corumbá", emendou.

O IPTU progressivo é um instituto previsto no Estatuto da Cidade, que demanda regulamentação nas administrações municipais, uma vez que se trata de imposto de competência dos municípios. Os proprietários serão notificados e terão um ano para se adaptar (apresentar projeto para ocupação do imóvel, construção ou parcelamento do terreno). Se isso não ocorrer, segundo a norma geral, a prefeitura pode dobrar anualmente a alíquota do IPTU, até o teto de 15%. Após cinco anos de notificações, a prefeitura pode desapropriar o imóvel indenizando o proprietário com títulos da dívida pública, que serão pagos em até dez anos.

Segundo Duarte, o IPTU Progressivo e seus critérios de aplicação servirão tanto para terrenos quanto para as edificações abandonadas e os seus proprietários serão comunicados com antecedência para que tenham tempo de adequar as áreas, dando-lhes um uso apropriado.

A iniciativa não tem caráter arrecadatório. "O objetivo dessa normatização não é aumentar a arrecadação, e sim fazer com que as áreas que hoje estão abandonadas e trazendo transtornos à comunidade tenham uma destinação correta que não à simples especulação imobiliária", arguentou o prefeito, que se reuniu hoje com o Procurador Geral do Município, Júlio Cabral, para definir as medidas.

 

 

Temer diz que adiamento da reforma da Previdência foi 'ótimo' para ganhar votos
O presidente Michel Temer procurou mostrar otimismo ao falar sobre a reforma da Previdência ao dar posse ao deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) c...
Diretor da PF entrega ao STF relatório de investigação sobre ministros
O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, entregou hoje (15) à ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), um re...
TRE realiza plantão para cadastramento biométrico neste sábado na Capital
O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) realiza neste sábado mais um plantão para atender eleitores de Campo Grande que ainda nã...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions