A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

10/06/2013 10:18

Presidente da CPI diz que investigação na Santa Casa ficará restrita a Oncologia

Leonardo Rocha
CPI da Câmara ficará restrita a oncologia na Santa Casa (Foto:João Garrigó)CPI da Câmara ficará restrita a oncologia na Santa Casa (Foto:João Garrigó)

O vereador Flávio César (PT do B), presidente da CPI da Câmara, que investiga denúncias de irregularidades nos repasses do SUS (Sistema Único de Saúde) para o HC (Hospital do Câncer) e HU (Hospital Universitário), afirmou que a investigação na Santa Casa irá se restringir apenas ao setor de oncologia e não irá tratar outros temas, como a dívida adquirida pela junta interventora, na época em que esteve na direção do hospital.

Esta opção foi levantada pelo prefeito Alcides Bernal (PP) na semana passada, ele destacou que esta dívida que subiu de R$ 30 milhões para R$ 150 milhões, deveria ser apurada pela comissão. “A CPI foi bem definida, ela foi montada para investigar o setor de oncologia, a princípio apenas do HC e HU e depois estendida a Santa Casa”, afirmou ele.

O vereador Coringa, que integra a comissão, sugeriu a inclusão da Santa Casa, na primeira reunião de trabalho da CPI, que após consultar o quadro jurídico, foi incorporada a investigação. “Não há problemas em fazer esta análise, somente temos um foco de trabalho”, explicou Flávio.

Desvio de foco – O prefeito ainda destacou durante a entrevista coletiva, sobre a CPI do Calote, que esta investigação teria como objetivo “desviar” o foco da CPI da Saúde, que em sua concepção deve ser prioridade na Câmara. Flávio destacou que como as investigações têm assuntos e integrantes diferentes, uma não irá interferir na outra. “Isto é apenas uma falácia do prefeito, temos trabalhado com afinco, já fizemos várias oitivas e visitas, além de entregar cerca de 20 ofícios para termos acesso a documentos importantes”, frisou ele.

Próximos passos – A CPI da Saúde terá reuniões internas durante esta semana, e na próxima segunda-feira, realiza dois depoimentos. Pela manhã, irá ouvir o Conselho Gestor do HU, além da responsável pelo setor de radioterapia. No período da tarde, recebe a reitora da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), Célia Maria Silva Correa Oliveira.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions