A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Agosto de 2017

10/03/2014 19:57

PT do B está unido e líder diz que relatório representa voto pela cassação

Kleber Clajus

O líder do PT do B na Câmara Municipal de Campo Grande, vereador Flávio César, garante que o partido votará unido durante sessão de julgamento do prefeito Alcides Bernal (PP), agendada para às 14h de quarta-feira (12). Para ele, o fato de integrantes do partido terem participado da investigação de atos administrativos já representa voto de reprovação ao progressista.

“Pela bancada posso afirmar que os três vereadores estão convictos do resultado apresentado pela Comissão Processante, pedindo a cassação”, comenta Flávio, relator da Comissão que apontou improbidade administrativa de Bernal ao “fabricar emergências”.

Fazem parte da bancada os vereadores Otávio Trad, que foi integrante da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) do Calote e Eduardo Romero.

De acordo com Flávio, não há probabilidade de Bernal apresentar fatos novos até o julgamento que possam reverter o voto de algum vereador. Ele também diz que vai ver comprovado o que foi exposto e atesta que seu voto é o relatório.

No aguardo - Por outro lado, Eduardo Romero rebateu hoje a possibilidade de votar junto com a base aliada de Bernal. Para ele, seu voto estará atrelado a argumentação do prefeito, com direito a duas horas de defesa, durante a sessão de julgamento.

“Já conhecemos o relatório e não podemos negar as acusações de falhas técnicas e administrativas, mas o meu voto vai depender da exposição do prefeito”, condiciona Romero.

Sobre esse posicionamento, o líder da bancada crê que a decisão de Romero será “bastante coerente e responsável”, além de que a união do partido “não impede que um vereador ou outro tenha opinião diferente”.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions