A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017

17/02/2014 11:39

PT nacional garante que não vai impor aliança em MS, diz Duarte

Kleber Clajus

A possibilidade de uma “aliança imposta” ao PT (Partido dos Trabalhadores) em Mato Grosso do Sul foi descartada, nesta segunda-feira (17), pelo presidente nacional da sigla, Rui Falcão.

A informação é do presidente regional do partido, Paulo Duarte, repassada depois de reunião na manhã de hoje em São Paulo (SP). Com isso, mesmo que o partido se coligue com o PMDB na corrida presidencial, a aliança pode não ser estabelecida no Estado.

“O Rui Falcão nos garantiu que não vai haver imposição da direção nacional no Estado. O desafio é conciliar o interesse da presidente Dilma Rousseff ser reeleita, tendo como prioridade também a candidatura do senador Delcídio do Amaral” , comenta Duarte, ao ressaltar que este foi o principal ponto do encontro desta manhã.

Acompanhado de pesquisas quantitativas e qualitativas sobre o pré-candidato petista ao governo do Estado, Duarte defendeu que o momento é de “ouvir mais do que tomar decisões”, não esquecendo que o prazo para firmar alianças se encerra em junho.

O cenário indica a renovação da parceira nacional dos petistas com o PMDB, que já ocupa a vice-presidência com Michel Temer e mais cinco ministérios. Mas o dirigente regional do PT avalia que nem toda “aliança é automática”.

“Coisas que acontecem em Brasília não acontecem em Mato Grosso do Sul, mas não fechamos as portas para ninguém. Precisamos ter, neste momento, um papel de equilíbrio e conciliação”, esclarece.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions