A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

26/05/2009 07:34

Puccinelli insiste que BR-163 tem fluxo para pedágio

Redação

Apesar de estudo do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte) apontar que a cobrança de pedágio é inviável em Mato Grosso do Sul, o governador André Puccinelli (PMDB) reafirmou, hoje, que a BR-163 comporta a implantação da cobrança.

"A BR-163 é a única que tem fluxo para o pedagiamento. Em São Paulo, é R$ 5 por eixo a cada 50 km. Aqui, seria R$ 4 por eixo a cada 80 km", afirmou em entrevista ao jornal Bom Dia MS, da TV Morena.

Segundo o governador, o preço e a quilometragem foram definidos em estudo do governo do Estado. Contudo, o diretor-geral do DNIT, Luiz Antônio Pagot, afirmou, durante visita a Campo Grande, que devido ao pouco fluxo de veículos, o preço do pedágio inviabilizaria o empreendimento.

A BR-163 liga Sonora a Mundo Novo. "Seja por meio de concessão, PPP [Parceria Público Privada], ou outorga onerosa por 30 anos, duplicaríamos a rodovia nos primeiros 10 ano", argumenta o governador.

Grandes

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions