A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

06/01/2015 13:46

Reinaldo prega transparência e quer governo moderno e eficiente

Michel Faustino e Leonardo Rocha
Governador ressaltou que tratará com rigor gastos excessivos. (Foto: Marcos Ermínio)Governador ressaltou que tratará com rigor gastos excessivos. (Foto: Marcos Ermínio)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) voltou a reiterar na manhã desta terça-feira (06) que tem como objetivo fazer um governo transparente, moderno e eficiente. Para isso, segundo o tucano, algumas medidas “rigorosas” já estão sendo adotadas como: o corte de gastos, redução de secretarias e combate a corrupção.

Azambuja ressaltou que tais medidas são necessárias para “equilibrar” a saúde financeira do governo e terão que ser feitas em caráter de urgência. Ele criticou ainda o “modelo” adotado pelo atual ministro da Fazenda Joaquim Levi que pregou austeridade e aumento de tributos, no entanto, o Governo Federal não tomou medidas para “desinchar” os gastos como a diminuição do número de ministérios.

“ Aqui no Estado vamos fazer diferente. Vamos diminuir secretarias, e fazer o controle e combate da corrupção que hoje é tido como o mal do século. Defendemos que dinheiro público deve ser gasto com coisas publicas”, disse.

Reinaldo disse ainda que prevê um ano “difícil”. Já que, segundo ele, algumas ações foram feitas no final do mandato de André Puccinelli (PMDB) para engessar a nova gestão. Entre elas, o o aumento da folha com o reajuste dos poderes, planos de cargos e carreiras e o aumento do teto do super simples.

“Vamos ter um ano muito complicado e com todas esses poréns. Por esta razão estamos cortando despesas, diminuindo cargos e custeios”, finalizou.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions