A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

03/10/2016 07:48

Sem maioria na Câmara, Délia diz que vai conversar com as pessoas

Prefeita eleita de Dourados espera apoio de Reinaldo Azambuja e lembra votação expressiva que governador teve na cidade em 2014

Helio de Freitas, de Dourados
Délia Razuk com o vice-prefeito eleito Marisvaldo Zeuli (Foto: Dourados News)Délia Razuk com o vice-prefeito eleito Marisvaldo Zeuli (Foto: Dourados News)

A prefeita eleita Délia Razuk (PR) espera contar com a amizade que fez com os vereadores na Câmara de Dourados nos dois mandatos em que ocupou uma cadeira na Casa para conversar sobre a composição de sua base de sustentação e para aprovar projetos de interesse do Executivo a partir de janeiro de 2017.

“Vamos conversar com pessoas e não com partidos. Tivemos uma boa convivência com todos os vereadores reeleitos e vamos pedir o apoio deles para projetos de interesse da população. Temos de trabalhar por Dourados”, afirmou Délia Razuk ao comentar sobre a nova composição da Câmara.

Ela comentou também sobre o fato de Reinaldo Azambuja ter apoiado a candidatura de Geraldo Resende (PSDB) e disse esperar que o governador mantenha o compromisso com Dourados. “O governador teve votação expressiva em Dourados em 2014 e tenho certeza que ele vai continuar trabalhando pela nossa cidade”.

Nova Câmara – Dos 19 vereadores eleitos ontem – 11 foram reeleitos –, as coligações proporcionais que apoiaram Délia conseguiram apenas sete vagas.

Do lado de Délia Razuk, foram eleitos o já vereador Silas Zanata (PPS), Jânio Miguel (PR), o ex-prefeito Braz Melo (PSC), Carlito Heleno de Paula, o Carlito do Gás (PEN), Alberto Alves dos Santos, o Bebeto (PR), Junior Rodrigues (PR) e Olavo Henrique dos Santos, o Olavo Sul (PEN).

O DEM, que apoiou a candidatura a prefeito o deputado federal Geraldo Resende (PSDB), fez a maior bancada e, em tese, será oposição à Délia Razuk. Foram reeleitos pelo Democratas Alan Guedes, Madson Valente, Pedro Pepa e Cido Medeiros.

O PSDB fez três vereadores, o ex-deputado federal Marçal Filho, o atual presidente da Câmara Idenor Machado e o também vereador Pastor Sérgio Nogueira. Da mesma coligação, foram eleitos Romualdo Ramin (PDT) e Daniela Hall (PSD).

Da coligação que apoiou a candidatura de Renato Câmara (PMDB), foram eleitos Elias Ishy (PT), Juarez do Esporte (PMDB) e Pastor Cirilo Ramão (PMDB).

Em entrevista ontem à noite, Alan Guedes, cotado como forte candidato a presidente da Câmara, disse que é preciso ouvir a voz das urnas, ao comentar a derrota do candidato que o DEM apoiou, mas não anunciou oposição a Délia Razuk.

Já Elias Ishy, que é oposição ao prefeito Murilo Zauith (PSB) mesmo com o PT na administração, já anunciou que vai manter a postura na Câmara. “Acho que eu mais ajudo que atrapalho como oposição. É salutar para o próprio governo ter um contraponto no Legislativo”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions