A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

27/05/2009 06:13

Serra é preferido do eleitor de MS para substituir Lula

Redação

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), é o preferido entre os eleitores sul-mato-grossenses para substituir o presidente Luis Inácio Lula da Silva em 2010, com 32,95% das intenções de voto.

Entrevistas realizadas pelo Ipems (Instituto de Pesquisas de Mato Grosso do Sul), entre 13 e 20 de maio, mostram larga distância entre o tucano e a candidata do governo, Dilma Rousseff (PT).

A ministra chefe da Casa Civil tem hoje apenas 16,85%. Colado na disputa pela presidência, aparece o deputado Ciro Gomes (PSB-CE), com 15,75% das intenções de voto. A senadora Heloísa Helena (PSOL-AL) teve 8,05%. 

O número de indecisos e de pessoas que não votariam em nenhuma das opções apresentadas até agora é significativo, são 26,40% em Mato Grosso do Sul.

O resultado segue dados de pesquisas nacionais, que colocam José Serra com 36%; seguido por Dilma, com 19%; Ciro, com 17%; e Heloísa Helena, com 8%.

Dilma também perderia em cenário sem a candidatura de José Serra, mas com Aécio Neves no páreo, como o nome do PSDB.

Nessa projeção, o número de indecisos e de eleitores que não votariam em nenhuma das opções sobe para 36,25%.

Ciro Gomes venceria com 18,35% dos votos, a ministra seria a segunda colocada, com 18,30%, e o governador tucano de Minas Gerais teria 16,40%. Heloísa Helena alcançaria 10,70%, segundo o Ipems.

Nos recentes levantamentos feitos nacionalmente, as pesquisas têm mostrado desempenho semelhante. Ciro aparece com 23%, Dilma com 21%, Aécio com 18% e Heloísa Helena com 10%. Os votos brancos e nulos somam 18%.

Na pesquisa espontânea, quando nenhum nome é apresentado ao eleitor, Lula é o líder na preferência do eleitorado, que também cita José Serra, Dilma Rousseff, Ciro Gomes, Aécio Neves e Geraldo Alkimin, nas seis primeiras posições. Mas nesse cenário, 75,45% disseram ainda não saber em quem vão votar em 2010.

O Ipems também questionou o eleitor sobre a possibilidade de um terceiro mandato para o presidente Lula. Entre os sul-mato-grossenses o apoio à idéia é de 52,60% do eleitorado. Outros 37,65¨% são contra e 9,75% não opinaram.

A margem de erro máxima estimada é de 2,19 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra. A pesquisa é uma parceria entre Ipems, Campo Grande News e Rádio FM Capital.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions