A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 22 de Janeiro de 2018

17/01/2012 12:50

Suspensão de licitações no Dnit não atinge obras na Capital, afirma Trad

Wendell Reis
 Suspensão de licitações no Dnit não atinge obras na Capital, afirma Trad

O prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho (PMDB), declarou na manhã desta terça-feira (17) que a suspensão de licitações no Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) não deve atingir as obras em Campo Grande.

“Preocupa a obra do Macroanel e a sequência do Terminal Intermodal de Cargas. Ambas, segundo informações que nós tivemos, estão dentro da sequência normal, por não ter encontrado nenhum problema”.

O Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) suspendeu oito licitações no valor de R$ 819 milhões, da 2ª etapa do Crema (programa de recuperação das estradas federais). Os avisos de suspensão foram publicados ontem (16) no Diário Oficial da União, assinados por Antônio Carlos Nogueira, nomeado no último dia 12 para responder, provisoriamente, pela Superintendência do Dnit em Mato Grosso do Sul.

Os editais anunciando a abertura das licitações foram publicados no mesmo dia da demissão de Marcelo Miranda. Entre as suspensões estão as licitações de obras na BR-163, BR-060, BR-158, BR-262 e BR-419.

Marcelo Miranda e o chefe do Serviço de Engenharia, Guilherme Alcântara de Carvalho, foram exonerados por desrespeito a dois artigos da lei sobre deveres dos servidores públicos federais: observar as normas legais e regulamentares; e levar ao conhecimento da autoridade superior as irregularidades de que tiver ciência em razão do cargo.

O chefe do Dnit em Dourados, Carlos Roberto Milhorim, foi enquadrado nos artigos de: valer-se do cargo para lograr proveito pessoal ou de outrem, em detrimento da dignidade da função pública; improbidade administrativa, lesão aos cofres públicos e dilapidação do patrimônio nacional, e corrupção. O processo teve início em 2006, após operação da Polícia Federal.

No dia 6 de janeiro, Antônio Carlos foi nomeado Chefe do Serviço de Engenharia, segundo cargo de maior importância na estrutura regional do Dnit. A bancada federal indicou o engenheiro Carlos Antônio Pascoal à superintendência. Servidor de carreira, ele tinha o aval do governador André Puccinelli (PMDB) e funcionários, mas a divulgação no Campo Grande News de que ele passou por investigação no TCU (Tribunal de Contas da União) deixou a nomeação em suspenso.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions