A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

07/03/2014 19:49

Temendo despejo, Mario Cesar diz esperar que Bernal não seja “irresponsável”

Josemil Arruda
Mario Cesar atribui a Bernal responsabilidade se Câmara for despejada (Foto: Cleber Gellio)Mario Cesar atribui a Bernal responsabilidade se Câmara for despejada (Foto: Cleber Gellio)

O presidente da Câmara de Campo Grande, Mario Cesar (PMDB), afirmou nesta sexta-feira (7) que se realmente acontecer o despejo dos vereadores na semana que vem será decorrente da omissão do prefeito Alcides Bernal (PP). “Espero que prefeito não cometa mais esta ato de irresponsabilidade”, afirmou o dirigente.

Segundo Mario Cesar, a responsabilidade em resolver o problema da ordem de despejo não cabe à Câmara, embora tenha ofertado sugestão de desapropriação e até economizado R$ 8 milhões no ano passado com essa finalidade. “A responsabilidade é toda dele”, declarou o peemedebista.

Nesta tarde, o advogado André Borges, que representa a empresa Haddad Engenheiros Associados, locadora do prédio ocupado pela Câmara no bairro Jatiuka Park, informou que vai ingressar com pedido de “despejo coercitivo”, a fim de que os móveis e aparelhagens da Câmara sejam transferidos na semana que vem para o depósito do Fórum de Campo Grande.

A locadora Haddad Engenheiros Associados está sem receber o valor dos alugueis há vários anos e cobra uma dívida de R$ 13 milhões. O elevado valor do passivo decorre do aluguel de R$ 35 mil desde 1º de janeiro de 1999, que deixou de ser pago integralmente em 2007, quando expirou o contrato Câmara e do pagamento parcial de R$ 11 mil por mês com base em liminar judicial, depois derrubada na sentença de mérito. Hoje, a empresa locadora diz que o aluguel, que não é pago há seis anos devido à falta de contrato, é de R$ 100 mil por mês.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions