A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

16/10/2014 12:02

Terceiro na disputa pelo Senado, Bernal fecha acordo com Delcídio

Aline dos Santos
Bernal (à esquerda) anuncia hoje apoio a Delcídio.(Foto: Arquivo)Bernal (à esquerda) anuncia hoje apoio a Delcídio.(Foto: Arquivo)

Prefeito cassado de Campo Grande e terceiro colocado na eleição para o Senado, Alcides Bernal (PP) vai apoiar o candidato Delcídio Amaral (PT), que disputa o segundo turno para governador de Mato Grosso do Sul.

O acordo foi sacramentado ontem à noite, durante reunião entre Bernal e Delcídio na produtora Take. Segundo apurado pela reportagem com fontes do PT, em troca do apoio o ex-prefeito quer suporte jurídico nas ações que move contra a Câmara Municipal, que cassou o mandato de Bernal em março deste ano.

O anúncio formal da parceria será feito às 15h de hoje por Bernal, que também é presidente regional do Partido Progressista. Em seguida, às 19h, um ato político formaliza a parceria entre o PP e o PT no comitê de Delcídio, na Via Parque, em Campo Grande.

Na eleição para o Senado, Alcides Bernal obteve 204.262 votos. Ele ficou em terceiro lugar, com mais de 117 mil votos à frente de Antônio João (PSD), quarto colocado. Bernal teve 76.760 votos a menos do que Ricardo Ayache (PT), segundo lugar na disputa para senador. Em Campo Grande, Bernal ficou com 29,13%, num total de 120.474 votos.

No primeiro turno, o PP disputou a eleição para governo com Evander Vendramini. Ele obteve 0.82% dos votos, terminando na quarta colocação. 

Marun ainda quer votar relatório da JBS antes de posse no ministério
Na véspera de ser empossado como ministro da Secretaria de Governo, o deputado Carlos Marun (PMDB-MS), relator da Comissão Parlamentar Mista de Inqué...
Senado aprova R$ 1,9 bi a estados para compensar desoneração de exportações
Após suspender a sessão do Congresso Nacional, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), retomou os trabalhos do plenário da Casa com o obj...
Temer discutirá data de votação da reforma da Previdência nesta quinta
O anúncio do líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), de que a votação da proposta de reforma da Previdência ficará para fevereiro causou r...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions