A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 18 de Setembro de 2019

03/09/2019 13:52

Vereadores decidem manter 15 vetos do prefeito às previsões para o orçamento

Lei de Diretrizes Orçamentárias foi aprovada em junho com 152 emendas propostas pela Câmara

Anahi Zurutuza e Fernanda Palheta
Vereadores em plenário durante sessão (Foto: CMCG/Divulgação)Vereadores em plenário durante sessão (Foto: CMCG/Divulgação)

Das 152 emendas aprovadas pelos vereadores para a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias), 15 foram vetadas pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD). Na sessão desta terça-feira (3), vereadores decidiram manter os vetos.

Dentre os pontos que haviam sido alterados ou acrescentados na proposta original, mas caíram, estão o que prevê fixar em 2% do orçamento recursos para a Segurança Pública, a implantação de academias ao ar livre em 24 bairros e criar refeitórios populares por meio de parcerias público-privadas.

A emenda que previa a criação do Plano de Cargos e Salários para profissionais de enfermagem, referência 14B, administrativos da saúde, assistência social, guarda municipal, odontólogos e auxiliares de saúde bucal e administrativo da educação.

A LDO, texto onde estão contidas as previsões para a aplicação dos R$ 4,3 bilhões que o município terá de receita em 2020, foi aprovada no fim de junho.

À época, foram apresentadas 273 mudanças, mas 48 foram derrubadas e o restante foi desmembrada ou aglutinada.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions