ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEGUNDA  26    CAMPO GRANDE 17º

Direto das Ruas

Leitor denuncia escola de usar prédio condenado pela Defesa Civil

Por Helton Verão | 03/03/2013 14:54
Fotos revelam bagunça e sujeira na escola. (Fotos: Repórter News)
Fotos revelam bagunça e sujeira na escola. (Fotos: Repórter News)
Segundo leitor, existem muitas "gambiarras" na rede de energia do prédio.
Segundo leitor, existem muitas "gambiarras" na rede de energia do prédio.
Banheiros estão com pias e sanitários danificados.
Banheiros estão com pias e sanitários danificados.

Um leitor do Campo Grande News do município de Rochedinho, a 28 quilômetros de Campo Grande, registrou o descaso com a Escola Municipal Barão do Rio Branco.

De acordo com o leitor, na escola existem “gatos” na rede de energia, não existem extintores, a sujeira pelos corredores e banheiros é grande e neste ano um clube vizinho, abandonado e condenado pela Defesa Civil teve seus lacres rompidos e está sendo usado como sala de aula.

“O prédio está condenado, foi interditado, tem goteiras por toda parte e as partes elétricas estão prejudicadas. E mesmo assim está sendo usado como sala de aula", reclama.

Alguns professores não dão aula e o ensino que era para ser integral, não tem acontecido. Na cozinha tem morcegos defecando. As fezes do bicho sai pelo forro, que está tampado por uma fita adesiva. "No banheiro do local interditado, a pia está caindo e os sanitários estão sem condições de uso”.

O leitor que tem filhos matriculados na escola, diz que a direção alega falta de verba, mas que o dinheiro do PDE (Plano de Desenvolvimento da Escola ) está sendo depositado normalmente.

Atualmente a escola Barão do Rio Branco tem cerca de 110 alunos matriculados, mas apenas 80 têm frequentado as aulas.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário