A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

13/09/2013 18:00

Cana-de-açúcar cresce 5,6%, mas geadas comprometem rendimento

Aline dos Santos

A produção da cana-de-acúcar cresceu 5,16%, mas a qualidade teve queda devido às geadas. O panorama corresponde à segunda quinzena do mês de agosto, comparado ao mesmo período do ano passado.

O volume atingiu 3,5 milhões de toneladas. Enquanto que no mesmo período de 2012 foram 3,3 milhões de toneladas. Os números acumulados da produção desde o início da safra 2013/2014 até a segunda quinzena de agosto, alcançaram 26,03 milhões de toneladas, representando um acréscimo de 21,50% em relação à safra 2012/2013, que totalizou, no mesmo período, 21,42 milhões de toneladas de cana.

Em contrapartida, conforme levantamento da Biosul (Associação dos Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul), as condições climáticas levaram à queda na produtividade.

Quanto ao número de ATR (Açúcares Totais Recuperáveis) produzido por tonelada de cana, houve queda de 8,12% na última quinzena, atingindo 136,95 kg. Ou seja, é mais pobre em sacarose.

“Houve evolução de produção porque as usinas tiveram que acelerar o processo de colheita, para evitar a degradação ainda maior da cana atingida pelas geadas, entretanto a perda de qualidade foi evidente”, avalia o presidente da Biosul, Roberto Hollanda Filho.

De forma preliminar, o prejuízo com as geadas foi calculado em R$ 600 milhões. Até o próximo mês, deve ser divulgada uma nova projeção da safra.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions