A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

16/09/2009 10:42

Com pressa, André manda plano de zoneamento à Assembléia

Redação

Deu entrada na Assembléia Legislativa hoje o projeto de zoneamento agroecológico com objetivo de orientar atividades econômicas, especialmente o plantio da cana-de-açúcar, conforme as peculiaridades de cada região.

O projeto encaminhado hoje é a primeira aproximação do zoneamento ecológico e econômico de Mato Grosso do Sul, um estudo abrangente e que será detalhado em outras duas etapas. A terceira aproximação deve efetivamente delimitar quais atividades podem ser implantadas em quais áreas.

O governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB), tem pressa. Isso porque o governo federal deve lançar nesta quinta-feira o zoneamento federal, em que a restrição é maior, especialmente quanto ao plantio da cana-de-açúcar na bacia do Alto Paraguai, onde o governo estadual pretende liberar a atividade.

A elaboração do estudo encaminhado à Assembléia contou com participação de 92 entidades que concluíram que o plantio de cana na bacia do Alto Paraguai não vai prejudicar o bioma. O líder do governo na Assembléia, Youssif Domingos (PMDB), explicou que a área pretendida compreende 20 quilômetros no entorno do Pantanal, um cinturão.

Segundo ele, o zoneamento proposto pelo governo federal tira 15% de área economicamente aproveitável para o plantio da cana. Youssif lembrou que o governador já foi duas vezes à Brasília, pedir flexibilização ao Ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc.

O líder do governo admite que pode haver conflito de competências e neste caso não descarta que o governo vá à Justiça para garantir área maior para plantio. Hoje existe uma Lei estadual que proíbe a instalação de usinas na região, mas não aborda o plantio da cana.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions