A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

21/09/2009 11:18

Secretária diz que há tempo para União mudar zoneamento

Redação

A secretária estadual de Produção, Tereza Cristina Côrrea da Costa, ainda acredita em reviravolta na queda de braço protagonizada entre o governo do Estado e governo federal quanto ao zoneamento agroecológico em Mato Grosso do Sul. "Temos tempo para trabalhar e pôr bom senso na cabeça do governo federal", afirmou, após participar do lançamento da Expo MS.

Ela acredita que a bancada federal possa atuar na Câmara Federal e no Senado em prol do projeto do Estado. Enquanto o projeto do governo estadual permite o cultivo de cana em regiões da BAP (Bacia do Alto Paraguai), o governo federal vetou o cultivo, classificando toda área como bioma Pantanal.

"Tomamos todo o cuidado, definimos zona de amortecimento com 1,2 milhão de hectares", afirma.

O projeto do governo federal ainda será avaliado pelo Congresso Nacional.

Na última semana, o governador André Puccinelli (PMDB) subiu o tom e chegou a chorar em defesa do zoneamento elaborado pelo governo em parceria com entidades.

"Entregaram Mato Grosso e Mato Grosso do Sul ao capital internacional para obterem o selo verde do etanol", disparou.

Na prática, o ministro Carlos Minc diz que nenhum País vai querer comprar álcool produto de devastação da Amazônia e do Pantanal. Por isso, o governo federal está preocupado em vetar o plantio nos dois biomas e garantir o selo verde para o País.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions