A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 22 de Agosto de 2018

02/08/2018 16:07

Anatel abre consulta para revisar preços de exploração de satélites

Luciano Nascimento, da Agência Brasil

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) abriu hoje (2) uma consulta pública sobre a revisão do regulamento de cobrança de preço público pelo direito de exploração de serviços de telecomunicações e pelo direito de exploração de satélite. As sugestões podem ser enviadas até o dia 29 de agosto.

O objetivo da consulta é reavaliar a fórmula de cálculo de preço para a exploração de satélites estrangeiros e para a prorrogação de direitos de exploração de satélites brasileiros. Serão considerados fatores como área geográfica abrangida pelo satélite e a população atingida. O tempo de outorga previsto é de 15 anos.

De acordo com a Anatel, a proposta prevê que o preço público a ser cobrado pelo direito de exploração de satélite estrangeiro seja de R$ 102.677 para todos os tipos de frequência. Este valor também será o piso para os casos em que houver necessidade de realizar leilão da posição orbital.

"Uma proposta do novo regulamento é a possibilidade de pagamento à vista ou em parcelas anuais iguais, sendo que o número máximo de parcelas não pode ultrapassar o prazo, em anos, do direito de uso e o valor das parcelas, não pode ser inferior a R$ 500", diz a Anatel.

Pela proposta, essas parcelas seriam atualizadas pela taxa Selic. A agência considera que, em razão da mudança na tecnologia dos satélites de alta capacidade, a exemplo dos que operam na Banda Ka, o atual regulamento precisa ser revisto.

A banda Ka é uma das operadas pelo Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC), lançado em maio do ano passado. Ela provê conexão à internet de alta velocidade.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions