A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 19 de Agosto de 2018

06/05/2018 10:45

Cansou do Face e quer ir para o Twitter? Saiba o que não fazer

Veteranos da rede do passarinho azul fazem campanha contra a migração do pessoal do Facebook

Danielle Valentim
Mulher que aparece na imagem é meme conhecido na rede social. (Foto: Twitter/Reprodução)Mulher que aparece na imagem é meme conhecido na rede social. (Foto: Twitter/Reprodução)

Os rumores de "falência" da rede social Facebook, em meio ao clima de denúncias de uso indevido de dados dos usuários, e de perda de interesse, causaram nos últimos tempos uma espécie de migração ao Twitter. A chegada dos novatos movimentou a rede do passarinho azul, e os veteranos subiram hashtags de rejeição aos "refugiados" do Face. A tag #ExpondoFacebookers ficou em terceiro lugar, no topo do ranking dos assuntos mais falados, por dois dias e apontava os principais erros dos recém-chegados.

Quem já desbrava o Tt há bastante tempo diz que boa parte dos usuários da rede do Mark Zuckerberg, o Facebook, não sabem usar memes e não entendem que o Twitter não tem nada de formal. Além disso, há quem defenda que o Twitter ainda é comandado por fã clubes, que conseguem ter contato mais fácil com seus ídolos.

Nos tweets "de rejeição", a galera apontava que os novatos, principalmente, do sexo feminino, só sabem postar fotos magras dizendo estarem gordas, não sabem o significado de poc, sem contar os constantes tweets de “textões à moda Facebook”.

Empresas publicitárias, principalmente, as que envolvem trabalhos com social media não sentiram  impacto ao chegar na rede social, pois as atividades em sua maioria já estão ligadas às empresas e suas marcas. O problema, mesmo, é para quem quer usar um perfil pessoal da mesma forma como utiliza o Facebook. Isso é inaceitável.

Nem todos migram - Apesar do alvoroço em volta do "fim" do Facebook , nem todos vão para o Twitter. A redes social continua sendo a preferida dos brasileiros, mas nos últimos tempos muita gente decidiu deletar o seu perfil. Usuários entrevistados, em recente reportagem da Uol, até citam a questão da privacidade, mas os motivos são vários. Claro, tem quem queira proteger os dados, mas também quem não aguenta mais discussões políticas e ideológicas e quem acha a rede social consome muito tempo.

Alguns dos Tweets do início da semana. (Foto: Twitter/Reprodução)Alguns dos Tweets do início da semana. (Foto: Twitter/Reprodução)
Dominação dos fã clubes é menos comum, mas antigamente era o grande foco do Twitter. (Foto: Twitter/Reprodução)Dominação dos fã clubes é menos comum, mas antigamente era o grande foco do Twitter. (Foto: Twitter/Reprodução)

Para entender e saber como se safar da rejeição é bom aprender com quem entende, ou seja, usuário assíduo e atenado. O internauta Léo Freitas, com user @freitas_xx, entrou na rede em 2010, deu um tempo e retornou com tudo em 2015. Com quase 56 mil tweets, e mais de 9 mil curtidas, o usuários explica que conhece de longe um facebooker.

“Os novos usuários chegam no Twitter compartilhando coisas semelhantes ao que se compartilha no Facebook, e embora sejam redes sociais de compartilhamento pessoal, os objetivos são diferentes”, conta.

Não há uma regra para não passar vergonha, pois a idéia no Tt é ser livre, fazer piada, rir das coisas ruins.

“O Twitter é exatamente uma rede social para passar vergonha, esse é o problema dos usuários que migram do Facebook. Eles chegam querendo fazer post’s perfeitos, querendo likes, querendo compartilhar mensagem de autoajuda, e o lance do Twitter não é esse, o lance é passar vergonha mesmo, é fazer piada, é criar meme, é rir das “desgraças” do dia a dia. Por exemplo, o meme recente daquela ex-bbb Jessica “Levanta a cabeça princesa, senão a coroa cai”, os usuários do Facebook veem isso como uma mensagem motivacional, mas para os usuários do Twitter acaba virando piada”, explica.

A internauta Carla Takagi, com o user @_winterwinds, usa o Twitter há exatamente dez anos. Com 127 mil tweets e quase 47 mil curtidas, ela explica que no Facebook o pessoal tenta mostrar o que não é para ganhar likes.

Importante - Carla explica que forçar rts e copiar tweets alheios são coisas imperdoáveis. “O Twitter é tipo um diário virtual, você pode falar sobre tudo, porém sem querer forçar rts e favs que daí você estará sendo a biscoiteira chata. Para não passar vergonha é só não ser as famosas biscoiteira e nem copiar tweet alheio”, orienta.

Léo ressalta que os tweets sempre devem ter um toque de humor. Ele acredita que o preconceito com os novos usuários vindos do Facebook é porque eles levam o Twitter a sério demais. “É preciso passar um bom tempo na rede pra entender como funciona, aprender a usar memes, aprender o que significam alguns termos”, garante.

Léo também explica que hoje em dia, a dominação dos fã clubes é menos comum, mas antigamente era o grande foco do Twitter. “A facilidade da interação do artista com o público. Hoje em dia o Twitter tem outras funções maiores, tem movimentação sobre diversos assuntos, mas acredito que é a rede social que mais possui interação de fãs com artistas, por ser um compartilhamento mais rápido, instantâneo”, finaliza.

No print, ao lado esquerdo, é possível ver a terceira tag mais citada na rede social. (Foto: Twitter/Reprodução)No print, ao lado esquerdo, é possível ver a terceira tag mais citada na rede social. (Foto: Twitter/Reprodução)
Oitava TAG mais citada. (Fotro: Twitter/Divulgação)Oitava TAG mais citada. (Fotro: Twitter/Divulgação)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions