ACOMPANHE-NOS    
MARÇO, SÁBADO  28    CAMPO GRANDE 28º

Veículos

Nova geração do Honda Fit é apresentada oficialmente

Além do novo visual o modelo ganha uma versão híbrida que faz mais de 30 km/l

Por Márcio Martins | 21/07/2013 13:00
Foto divulgação
Foto divulgação

Depois de algumas imagens vazadas na internet, a Honda acabou com o suspense e divulgou na última sexta-feira no Japão, as imagens da terceira geração do monovolume Fit, que será mostrado ao público no Salão de Tóquio em novembro deste ano. Aqui no Brasil está previsto para ser fabricado na unidade de Sumaré (SP) no segundo semestre do ano que vem.

As novas linhas trazem a nova identidade visual da marca, já vista no novo CR-V. Ja na parte interna o carro ganhou novo acabamento e também mais espaço, principalmente para os ocupantes do banco traseiro, que teve o aumento 5 centímetros na distância no entre os eixos.

Nova geração do Honda Fit é apresentada oficialmente

Outro destaque no interior é o console, que faz o “tipo” minimalista, onde tudo é fácil de encontrar e manusear, com poucos botões no centro do painel e a maioria das funções de conforto e entretenimento ficam concentradas no monitor central. Já os instrumentos combina o velocímetro analógico no centro com telas digitais, onde aparecem informações de navegação, computador de bordo, conta-giros, entre outras.

Nova geração do Honda Fit é apresentada oficialmente

Segundo a montadora, lá no Japão o modelo será equipado com três opções de motorização: 1.3 que gera 100cv de potência, outra versão RS com o motor 1.5 i-VTEC de 132 cv e transmissão manual de seis velocidades.

Nova geração do Honda Fit é apresentada oficialmente

grande trunfo da montadora japonesa e a opção híbrida, com um motor 1.5 e outro elétrico, o Fit Hybrid tem consumo médio de 36,4 km/l.

O carro conta ainda com um novo sistema inteligente de dupla embreagem para veículos compactos na transmissão automatizada de sete marchas.

Nova geração do Honda Fit é apresentada oficialmente

Porém para nosso mercado possivelmente a Honda deva manter os mesmos motores, 1.4 e 1.5, que já contam com tecnologia flex. A divisão nacional da marca ainda não comenta sobre o lançamento do carro no País.