A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

03/09/2016 10:48

Concurseiro que já passou em 33 provas desenvolve técnica e dá dicas

Renata Volpe Haddad
Primeiro concurso prestado por Ronaldo foi aos 14 anos quando ele gabaritou a prova de redação.(Foto: Fernando Antunes)Primeiro concurso prestado por Ronaldo foi aos 14 anos quando ele gabaritou a prova de redação.(Foto: Fernando Antunes)

Com aprovação em 33 concursos no currículo, Ronaldo Rodrigues Moisés, 33, desenvolveu uma técnica para se sair bem em provas e conseguir aprovações no tão sonhado emprego público, chamado por ele de gatilhos mentais. Mas o segredo, segundo ele, ainda é estudar e muito.

Veja Mais
Justiça lembra que é ano eleitoral e nega pedido para Prefeitura fazer concurso
Governo nomeia mais 150 aprovados no concurso da Sefaz

Ele conta que a primeira aprovação em processo seletivo foi aos 14 anos, quando gabaritou a prova de redação. Com o passar dos anos e sem parar de se inscrever em concursos, ele desenvolveu o método para realização de provas. 

Formado em Educação Física, atualmente o concurseiro trabalha na Sed (Secretaria estadual de Educação) e faz doutorado na UFSCAR (Universidade Federal de São Carlos), para ele, uma das provas mais concorridas e difíceis que prestou.

Segundo Moisés, não há concursos impossíveis, mas é preciso estudar bastante para poder se destacar. "Vejo que os candidatos ficam preocupados com o número limitado de vagas, mas quem realmente estuda para as provas é apenas 10% dos inscritos, então a concorrência são essas pessoas", informa.

O método chamado de gatilho mental é tudo o que o candidato estudou a vida inteira e está guardado no subconsciente. A dica é começar a prova lendo as respostas e não as perguntas. "A pergunta serve justamente para confundir o candidato. Quando se lê as respostas primeiro, seu subconsciente te alerta que já viu aquilo em algum lugar. Depois disso, é importante ler a pergunta e aí então eliminar as outras opções de resposta".

O método de Ronaldo serve para qualquer tipo de prova. (Foto: Fernando Antunes)O método de Ronaldo serve para qualquer tipo de prova. (Foto: Fernando Antunes)

Para eles, decorar o conteúdo não ajuda em nada. "Essa é a mania que os candidatos têm, mas que não ajuda. Quem presta concurso precisa ser atleta, ter disciplina, que é se dedicar para a prova, foco que é definir qual carreira seguir e método, que é 50% do êxito do candidato".

Outra dica é o candidato se preparar não apenas para a prova, mas ter preocupação também com o condicionamento físico. Conforme Moisés, são 4 horas sentado olhando para uma prova sendo que em 50 minutos o corpo já está cansado.

"É preciso ter condicionamento físico para não sentar de qualquer jeito. Usar roupa confortável é fundamental, não precisa comprar uma roupa nova, porque ela pode te incomodar no momento de concentração".

Ir de chinelo fazer a prova é outra fato que chama a atenção entre as dicas de Ronaldo. Segundo ele, dependendo do edital, não há problema em usar chinelo no dia. "Quando você coloca o pé no chão, isso causa conforto e faz com que você volte a se concentrar no momento. E outro ponto importante é comer doce, pois cérebro consome açúcar, então não tenha vergonha de levar chocolate ou uma fruta, coma".

Escrever na prova também é essencial para se ter êxito, segundo o método de Moisés. "Não tem que fazer apenas um x na resposta correta. Rabisque, escreva, deixa o subconsciente trabalhar e as respostas corretas vão aparecer. O candidato tem que adquirir habilidade de interpretação".

Justiça lembra que é ano eleitoral e nega pedido para Prefeitura fazer concurso
A Justiça negou o pedido do MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) para que a Prefeitura de Campo Grande promovesse concurso públ...
Governo nomeia mais 150 aprovados no concurso da Sefaz
O governo estadual chamou mais 150 aprovados no concurso da Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda), nos cargos de auditor fiscal e fiscal tributário...
Prefeitura disponibiliza 117 vagas para concursos com salários de até R$ 5,9 mil
A Prefeitura de Dourados, distante 233 km de Campo Grande, abriu dois concursos públicos para provimento de cargos e formação de cadastro reserva com...
Com salários de até R$ 4,3 mil, inscrições para concurso da UFGD encerram dia 5
A UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) está com 27 vagas abertas para concurso público em funções de cargos técnico administrativos em educ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions