A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

30/10/2015 10:25

Apenas duas pessoas protestam em evento com segurança reforçada

Priscilla Peres e Antônio Marques
Sindicalista foi com faixas até o aeroporto. (Foto: Fernando Antunes)Sindicalista foi com faixas até o aeroporto. (Foto: Fernando Antunes)
Manifestante tentou voar em protesto contra a presidente, mas foi impedida pela segurança. (Foto: TL Notícias)Manifestante tentou voar em protesto contra a presidente, mas foi impedida pela segurança. (Foto: TL Notícias)

Os protestos de centenas de pessoas que já ganharam as ruas com pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), não chegaram a Três Lagoas - distante 338 km de Campo Grande. Mesmo sem saber que a presidente cancelou sua viagem ao município, apenas duas pessoas foram até o aeroporto.

Veja Mais
Mãe passal mal e Dilma cancela viagem a MS para lançar obra em fábrica
Governador recebe a presidente Dilma para lançamento de obra em Três lagoas

A presidente desistiu da viagem nesta madrugada, após sua mãe Dilma Jane Rousseff, 91 anos, passar mal. Em seu lugar foi a ministra da Agricultura, Kátia Abreu. No aeroporto, estava Paulo Roberto de Paulo,representante do Sindicato da Montagem Industrial, que ainda está em formação.

Ele segurava uma faixa dizendo que a Petrobras deu calote nos empresários de Três Lagoas. Ele lembrou que após a paralisação das obras da UFN 3 (Unidade de Fertilizantes Nitrogenados), restou para os fornecedores uma dívida de R$ 36 milhões, que ainda não foi paga. O caso está na Justiça.

Além dele, a empresária três-lagoense Sayuri Baez também protestou vestida com uma roupa de palhaço. Segundo o site TL Notícias, ela usava um paramotor ajustado em seu corpo e tentou voar pelo aeroporto, antes da chegada do avião presidencial. Por motivos de segurança, ela foi impedida pela de voar pela equipe da Segurança Nacional.

Além disso, poucas pessoas foram até o aeroporto. A professora Marta Azambuja, 55, disse que foi ver a presidente, que é a autoridade máxima do pais e merece respeito dos moradores de Três Lagoas.

Já na Fibria, onde acontece a solenidade de lançamento da pedra fundamental, o movimento é tranquilo. Sem protestos e com segurança reforçada. Mais de 250 pessoas estarão envolvidas na segurança do evento, entre Exército, a Polícia Federal, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar, Pelotão de Choque e viaturas da Rotai (Rondas Ostensivas Táticas do Interior). Além de equipes do Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

Várias viaturas e policiais fazem a segurança do evento. (Foto: Fernando Antunes)Várias viaturas e policiais fazem a segurança do evento. (Foto: Fernando Antunes)
Terraplanagem do local das obras já começou a ser feita.(Foto: Fernando Antunes)Terraplanagem do local das obras já começou a ser feita.(Foto: Fernando Antunes)



A presidente tá tão queimada que tá inventando até doença pra mãe para não ir aos compromissos, qualquer tipo de manifestação que não seja pedido de impeachment é perda de tempo, inclusive se não houver união da população, nem impeachment adianta pedir...tamo no mato sem cachorro!!
 
Max em 30/10/2015 13:26:58
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions