A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

27/04/2015 10:00

Capacitação de técnicos bolivianos para combater raiva acontece nesta terça

Flávia Lima
Reunião entre autoridades sanitárias definiu ações nas cidades bolivianas. (Foto:Divulgação)Reunião entre autoridades sanitárias definiu ações nas cidades bolivianas. (Foto:Divulgação)

O CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) de Corumbá realiza nesta terça-feira a capacitação de técnicos de saúde da Bolívia para que eles sejam qualificados a participar da força-tarefa contra o surto de raiva animal que atinge a região.

Veja Mais
Força-tarefa contra a raiva continua e União deverá enviar ajuda à Bolívia
Saúde capacita bolivianos para reforçar combate à raiva na fronteira

Os vacinadores das cidades bolivianas de Puerto Suarez e Puerto Quijarro, municípios que fazem fronteira com Corumbá receberão o treinamento e na sequência vão repassar as instruções sobre conservação, manuseio e aplicação da vacina para os demais profissionais envolvidos na imunização, que foi solicitada para ser feita de casa em casa. A medida foi definida na última sexta-feira, durante uma reunião ampliada realizada na Secretaria Municipal de Saúde.

A imunização nas cidades de fronteira começam na primeira semana de maio e será feita através de parceria entre a prefeitura de Corumbá, Secretaria estadual de Saúde, CCZ de Campo Grande e Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS).

Os 15 casos de raiva de animal confirmados em Corumbá (14 laboratorialmente e 1 por dedução) apresentaram o que os especialistas chamam de “variante 1” da doença. É o tipo mais comumente achado no território boliviano.

Como a Bolívia é o principal ponto de apoio de toda a região de fronteira, a técnica do Ministério da Saúde que esteve em Corumbá semana passada, elaborou relatório sobre a situação encontrada na região para solicitar ao Ministério da Saúde recursos financeiros e doses da vacina antirrábica para auxiliar o país vizinho no combate a doença.

A intenção das autoridades sanitárias é que todos os animais de Corumbá sejam imunizados até o final deste mês. Além disso, o CCZ está recolhendo os animais não domiciliados, medida necessária para combater a circulação do vírus.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions