A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

31/01/2012 17:09

Identificados quatro mortos em acidente no curtume de Bataguassu

Nadyenka Castro

Caminhão descarregava ácido dicloro-propiônico em um tanque. Houve reação entre o produto que era descarregado e o que havia no recipiente, causando vazamento de um gás tóxico. As quatro vítimas estavam neste ambiente

Familiares de vítimas e curiosos se aglomeraram em frente ao hospital de Bataguassu. (Foto: Tiago Apolinário)Familiares de vítimas e curiosos se aglomeraram em frente ao hospital de Bataguassu. (Foto: Tiago Apolinário)

As quatro pessoas que morreram no acidente ocorrido na manhã desta terça-feira, no curtume do frigorífico Marfrig, em Bataguassu, a 335 quilômetros de Campo Grande, já estão identificadas.

Os funcionários que foram a óbitos são: Marcos Vinicius da Silva Melo, 29 anos, Waldir Henrique Raimundo, 28 anos, Edimar Felesbino da Silva, 28 anos, e Karl Matheus Luft, 20 anos.

Segundo o Corpo de Bombeiros, três deles estavam em uma estrutura acima do tanque submerso e caíram quando inalaram o gás tóxico. O quarto tentou descer pelas escadas, mas, não resistiu.

Conforme informações do Corpo de Bombeiros, outros dois trabalhadores foram levados em estado grave para o hospital de Presidente Prudente, município que fica no interior de São Paulo, a poucos quilômetros de Bataguassu.

Pelo menos 12 pessoas estão internadas no hospital de Bataguassu. Todas as vítimas inalaram o gás.

(Colaboraram os repórteres Marcos Donzeli e Rose Dias)

Vazamento de gás em curtume deixa 4 mortos e 19 intoxicados
Vazamento de gás no curtume do frigorífico Marfrig, em Bataguassu, fez pelo menos 23 vítimas até o momento. De acordo com os bombeiros, quatro mortes...
Dois homens são presos por suspeita de estupro de adolescentes
Dois homens foram presos por estupro de vulnerável em Laguna Carapã, 287 km de Campo Grande. Eles têm 28 e 24 anos e teriam tido relação sexual com a...



Não subestimem minha inteligência... Uma empresa do porte do Marfrig, que utiliza produtos químicos, não possui um engenheiro especialista na área para fiscalizar a descarga desses produtos e evitar reações como a que ocorreu na Unidade de Bataguassu? É triste saber que trabalhadores perderam a vida por irresponsabilidade de outros.
 
ney carlos aroca francisco em 01/02/2012 07:20:31
meus pezames a todos familiares destas vitimas.
pois foi uma tragedia o q aconteceu
 
jefersom torres macedo em 31/01/2012 08:09:54
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions