A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

29/07/2015 18:06

Ministro da Defesa vai até a fronteira conhecer militares em operação

Priscilla Peres
Ministro visitou instalações em Corumbá e Ladário. (Foto: Exército Brasileiro)Ministro visitou instalações em Corumbá e Ladário. (Foto: Exército Brasileiro)

O ministro da Defesa, Jaques Wagner, visitou hoje as ações do Exército Brasileiro na Operação Ágata 9, em Corumbá - distante 338 km da Capital. Ele aproveitou para falar sobre a importancia da integração entre as forças militares e a defesa, em prol da fronteira.

Veja Mais
Operação segue e acumula quatro toneladas de drogas apreendidas
Operação Ágata 9 apreende 4 toneladas de maconha no quinto dia de ação

"Estamos monitorando aproximadamente 4 mil quilômetros das nossas fronteiras, onde foi empregado cerca de 10 mil profissionais militares, além das Polícias Federal e Rodoviária Federal e é claro que as atividades desenvolvidas na Ágata vêm para ficar", disse ele em entrevista ao site Diário Corumbaense.

O ministro citou o Sisfron (Sistema Integrado de Fronteira), como uma ação mais definitiva desenvolvida para a proteção das fronteiras e que fica à cargo do vice-presidente Michel Temer. "Temos aqui uma fronteira longa, entre seca e natural. Hoje temos a tecnologia e podemos contar com ela para garantir a soberania e combater o tráfico de armas, de drogas e de pessoas”, afirmou.

À frente do ministério desde o início do ano, Jaques Wagner apontou que a Ágata visa além de combater crimes, propiciar melhoria de vida à população. “A Ágata é um momento onde concentramos mais a ação de repressão, porém, no dia a dia das Forças Armadas, o trabalho é constante, não se limita apenas à essa operação. Os resultados da Ágata 2013 e 2014 foram positivos em toneladas de apreensão de contrabandos, armas e drogas e espero que em 2015 consigamos realizar também”, afirmou.

Ainda de acordo com o site Diário Corumbaense, o ministro falou das tecnologias implantadas como investimentos. “Para a fronteira, estamos ampliando nossa área de radares de interceptação de aeronaves. Essa é uma luta continuada. Insisto que não é simples, pois temos fronteira seca, fluvial, natural e são muitos quilômetros a serem monitorados”, destacou.

Jaques visitou as instalações do Exército Brasileiro em Corumbá, embarcou no Navio de Transporte Fluvial “Almirante Leverger” e participou de Ação Cívico-Social que entregour obras de reforma da escola municipal Francisco Mendes Sampaio, em Ladário.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions