A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 26 de Setembro de 2016

13/05/2016 14:29

Preço de frutas e verduras começa a cair apesar das chuvas frequentes

Mariana Castelar
Banana nanica está 25% mais barata e custa R$ 1,30 para o consumidor (Foto: Fernando Antunes)Banana nanica está 25% mais barata e custa R$ 1,30 para o consumidor (Foto: Fernando Antunes)

Apesar das condições climáticas variadas da semana, sol, chuva e frio, o preço dos hortifrútis está em queda. De acordo com dados da Ceasa-MS (Centrais de Abastecimento de Mato Grosso do Sul), entre terça-feira e hoje o preço do quilo da banana nanica, por exemplo, caiu 25% e custa R$1,30.

Veja Mais
Preço da batata sobe e cesta básica chega a custar R$ 402,89 em abril
Frente fria influencia no preço e quilo da batata é encontrado por até R$ 8

O quilo do mamão havai está R$ 2,25, uma queda de 16,67%. Com a mesma porcentagem, a melancia  também está mais em conta para o bolso do consumidor e custa R$ 1 o quilo, além do brócolis que está R$ 2,50 o maço.

O quarto produto que mais teve queda nesta semana foi a cenoura, que caiu 15,38% e custa hoje R$2,20. O preço do quilo do melão espanhol, do abacate e a dúzia do ovo de granja também tiveram queda de 10%, 7,69% e 1%, respectivamente.

No melão, o consumidor irá pagar R$ 3,46 no quilo,  R$ 3 no do abacate, enquanto que a dúzia de ovos R$2,69. De acordo com o gerente de comercialização, Eder Ney Caxias, 99% da colheita deste período é influenciada pela chuva.

"Se as regiões sofrem com excesso de chuva não é possível fazer a colheita nem o transporte. Com isso, a oferta fica menor no mercado e os preços sobem. Agora, se o clima ajudar e for possível fazer a colheita e o transporte corretamente haverá mais produtos no mercado e com a competitividade os preços caem".

Alta - Entre a cebola, batata e o tomate, a fruta foi a vilã desta semana e teve um aumento de 16,67%, sendo vendido por R$ 2,80. Já a cebola está 7,14% mais caro nesta semana e está sendo vendida por R$3,75 o quilo. A batata aumentou 5,88% e chega para o consumidor por R$ 3,60. Apesar do aumento, o valor é bem inferior aos quase R$8 que custou no início deste mês.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions