A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

14/11/2016 14:40

No último adeus, familiares tentam entender acidente que matou três

Luana Rodrigues e Guilherme Henri
Margareth Delmonds, 43 anos, Juliano Rosa Xavier, 35 anos, e Geiziléia de Moraes Afonso, 33 anos, morreram afogados após carro em que estavam cair no rio Anhanduizinho. (Foto: Reprodução/ Facebook)Margareth Delmonds, 43 anos, Juliano Rosa Xavier, 35 anos, e Geiziléia de Moraes Afonso, 33 anos, morreram afogados após carro em que estavam cair no rio Anhanduizinho. (Foto: Reprodução/ Facebook)

O que era para ser uma noite de diversão terminou em tragédia para três amigos, na madrugada deste domingo (13). Quem conhecia Juliano Rosa Xavier, 35 anos, Geiziléia de Moraes Afonso, 33 anos, e Margareth Delmonds, 43 anos, ainda tenta entender como os três morreram vítimas de um acidente tão trágico.

Veja Mais
Mulher de 43 anos é a terceira pessoa morta após carro cair no rio Anhanduí
Carro era emprestado e ocupantes haviam saído de festa em chácara

No velório de Juliano e Margareth, a consternação era tanta, que ninguém quis falar com a imprensa. Já no adeus a Geiziléia, a preocupação da família era com os três filhos que a segurança particular deixa para trás.

“Ela gostava muito de sair e eu não concordava por causa das três crianças de 15, cinco e um ano de idade, que ficavam com minha mãe. Mas naquele dia ela disse que iria voltar cedo, então eu nem disse nada, nem me importei. Infelizmente, justamente nesse dia ela não voltou pra casa”, diz o irmão de Geiziléia, Carlos Roberto de Morais, 31 anos.

A família diz que as crianças eram muito apegadas com a mãe. Divorciada do marido, Geiziléia vivia a realidade de muitas mulheres, era ela quem dava tudo aos filhos. “É uma fatalidade muito grande, porque ela sempre foi muito batalhadora, vivia para eles”, lamenta Roberto.

Quem também era vista como “mãezona batalhadora” era Margareth. Desde 2009 trabalhava num pequen negócio no projeto Economia Solidária. Era cozinheira, segundo amigos, "daquelas com tempero melhor do que o da mãe da gente". “E como fazia coisas deliciosas! Nos matava pela boca!E hoje, de forma inesperada e repentina ela partiu para lutar em outros espaços... Que Deus conforte seus filhos e todos os familiares”, escreveu uma amiga no perfil de Margareth.

Quem estava dirigindo o carro em que as duas amigas estavam como caronas era Juliano. Palmeirense apaixonado, tinha sorriso e jeito de menino, que conquistavam a todos, apesar de já não ser tão garoto pela idade.

Foi assim que ele conseguiu pegar o carro de um amigo emprestado pra ir a festa na chácara com Margareth e Geiziléia. Estava tudo bem, até que na volta houve o acidente. “A provável causa da morte das três vítimas foi afogamento. Caso tivessem nos acionado às 4h, quando viram pela primeira vez o carro, talvez poderiam ter salvo uma vida”, comentou a tenente Janaíne Penteado Santanta, do Corpo de Bombeiros.

Conforme informações dos Bombeiros, o Crossfox transitava pela Ernesto Geisel, sentido centro-bairro, quando perdeu o controle e foi em direção ao Rio Anhanduí. A frente do carro bateu em um barranco, o que fez com que o veículo capotasse e caísse no córrego.

Com a queda, o carro ficou praticamente submerso. Garrafas de bebida alcoólica foram achadas pelos bombeiros dentro do veículo, mas ainda não é possível afirmar que o motorista estava bêbado.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions