A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 13 de Outubro de 2019

28/05/2018 06:52

Como evitar entrar no vermelho durante a crise dos transportes

Por Alexandre Góes (*)

A greve dos caminhoneiros em protesto à alta dos combustíveis está afetando a todos os cidadãos brasileiros, sejam pessoas físicas ou jurídicas. As empresas, especificamente, que dependem das vendas para manter o fluxo de caixa e repor um estoque que está parado nas estradas, também precisam honrar com seus compromissos para não sofrerem restrições financeiras.

Entre as opções do mercado, é comum que os empreendedores considerem solicitar um empréstimo para poder pagar seus fornecedores, mesmo sabendo que estão apenas postergando uma dívida e pagando um preço maior por causa dos juros, em vez de resolver o problema.

Esperar o tempo que os bancos pedem para liberar crédito não é algo que as micro e pequenas empresas, principalmente, podem fazem. Quando chega a hora de pagar funcionários, contas e fornecedores é preciso ter dinheiro em caixa e honrar os compromissos na data combinada.

Pensando exatamente neste empreendedor, o mercado hoje oferece uma alternativa para quem não quer depender dos bancos: o adiantamento de recebíveis, realizado por fintechs. Trata-se de um jeito fácil, totalmente digital, desburocratizado e que, em até duas horas, disponibiliza os recursos necessários para manter a operação das empresas neste momento de dificuldade.

Na hora de solicitar o adiantamento, é muito importante que o empresário busque informações sobre a fintech, o know-how da marca no setor financeiro, o respaldo da matriz para evitar surpresas desagradáveis e, acima de tudo, a possibilidade de ter sua empresa avaliada de forma individual e eficiente, já que cada caso é diferente do outro e as necessidades não devem ser encaixotadas em grupos setorizados.

As fintechs vieram para oferecer ao setor de PMEs aquilo que os bancos oferecem apenas aos grandes empresários há anos, operando de maneira muito simples e eficiente. Um rápido cadastro permite que o cliente consiga solicitar a antecipação de seus próprios recebíveis, sem pedir empréstimo, sem ter que pagar depois, apenas com o envio das duplicatas, sem burocracia e realizando todas as operações de forma digital e on line. Dessa forma ele mantém sua empresa sempre no azul, mesmo nas piores crises, como essa que estamos vivenciando, e não posterga compromissos financeiros. Resolve.

(*) Alexandre Góes é diretor de Meios de Pagamentos da TrustHub, fintech especializada na antecipação de recebíveis a PMEs.

As lições a serem aprendidas com o lago do Parque das Nações Indígenas
“Nesta terra molhada”, após 5 meses com inúmeras iniciativas, do governo e sociedade, o lago artificial do Parque das Nações está voltando a produzir...
Gestão pública é o caminho contra a corrupção
A corrupção é pré-requisito do desenvolvimento, já dizia Gunnar Myrdall, Prêmio Nobel de Economia, em 1974. Ou seja, esse mal é algo comum e enraizad...
A virtude da temperança
Não haverá Paz duradoura enquanto prevalecerem privilégios injustificáveis, que desonram a condição humana, pela ausência de Solidariedade, que deve ...
MS: Um novo salto de desenvolvimento
A história de Mato Grosso do Sul não é uma linha reta. Ela vem sendo escrita, no curso do tempo, por diferentes protagonistas, por meio de um caminho...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions