A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 15 de Novembro de 2018

28/05/2018 06:52

Como evitar entrar no vermelho durante a crise dos transportes

Por Alexandre Góes (*)

A greve dos caminhoneiros em protesto à alta dos combustíveis está afetando a todos os cidadãos brasileiros, sejam pessoas físicas ou jurídicas. As empresas, especificamente, que dependem das vendas para manter o fluxo de caixa e repor um estoque que está parado nas estradas, também precisam honrar com seus compromissos para não sofrerem restrições financeiras.

Entre as opções do mercado, é comum que os empreendedores considerem solicitar um empréstimo para poder pagar seus fornecedores, mesmo sabendo que estão apenas postergando uma dívida e pagando um preço maior por causa dos juros, em vez de resolver o problema.

Esperar o tempo que os bancos pedem para liberar crédito não é algo que as micro e pequenas empresas, principalmente, podem fazem. Quando chega a hora de pagar funcionários, contas e fornecedores é preciso ter dinheiro em caixa e honrar os compromissos na data combinada.

Pensando exatamente neste empreendedor, o mercado hoje oferece uma alternativa para quem não quer depender dos bancos: o adiantamento de recebíveis, realizado por fintechs. Trata-se de um jeito fácil, totalmente digital, desburocratizado e que, em até duas horas, disponibiliza os recursos necessários para manter a operação das empresas neste momento de dificuldade.

Na hora de solicitar o adiantamento, é muito importante que o empresário busque informações sobre a fintech, o know-how da marca no setor financeiro, o respaldo da matriz para evitar surpresas desagradáveis e, acima de tudo, a possibilidade de ter sua empresa avaliada de forma individual e eficiente, já que cada caso é diferente do outro e as necessidades não devem ser encaixotadas em grupos setorizados.

As fintechs vieram para oferecer ao setor de PMEs aquilo que os bancos oferecem apenas aos grandes empresários há anos, operando de maneira muito simples e eficiente. Um rápido cadastro permite que o cliente consiga solicitar a antecipação de seus próprios recebíveis, sem pedir empréstimo, sem ter que pagar depois, apenas com o envio das duplicatas, sem burocracia e realizando todas as operações de forma digital e on line. Dessa forma ele mantém sua empresa sempre no azul, mesmo nas piores crises, como essa que estamos vivenciando, e não posterga compromissos financeiros. Resolve.

(*) Alexandre Góes é diretor de Meios de Pagamentos da TrustHub, fintech especializada na antecipação de recebíveis a PMEs.

Triste boa notícia
A leitura é um dos maiores prazeres da vida. Mergulhar fundo no mar de palavras de belezas naturais, que ficam maravilhosas quando juntadas com maest...
Fim do Ministério do Trabalho: avanço ou supressão de direitos?
Numa eleição marcada por antagonismos e forte polarização, todo ato do presidente eleito tem sido motivo de fortes críticas, com especial endosso e e...
Brasil — Vocação para o progresso
Nas comemorações dos 129 anos da Proclamação da República, reflitamos sobre o papel do Brasil no contexto mundial, que é também o de iluminar as cons...
Eu sou eu e...
A busca de orientação para nortear nossas vidas nos proporciona caminhos os mais variados. Na medida em que essa busca se realiza por meios que se ba...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions