A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

21/04/2018 10:39

Geração internet

Giseli Rodrigues*

Tudo começou com a tão famosa Geração Y. Muito ouvi e li sobre os impactos ocasionados por seus membros no mercado do trabalho e fiquei estimulada a estudar mais. Afinal de contas, além de especialista em Gestão de Pessoas, sou mãe de um adolescente. Tudo que diz respeito aos comportamentos das gerações e seus conflitos me interessam. Profundamente. No trabalho e em casa.

Li muitos livros bons sobre a Internet e os impactos que ela tem causado nas famílias, nas empresas, nas escolas. Embora tenha facebook, blog, twitter, possua um iphone e tenha um notebook, achava que jogos online são pura perda de tempo e que um livro é mais valioso que qualquer coisa que se faça na rede. Mudei meus conceitos. Os jovens estão construindo conhecimento em rede, mudando a sociedade, se organizando online. E não podemos ignorar isso. A internet é a nova revolução.

Tenho estudado muito sobre Inteligência Coletiva, Gestão do Conhecimento, Cultura de Participação, Gerações, Comunicação 2.0, Mídias Sociais, Inclusão Digital, Compartilhamento em rede. E tudo se conecta. Num mundo interligado todas as áreas de conhecimento são importantes, não existe área mais significativa que outra e todos têm a ensinar. Aliás, os fóruns online são um exemplo disso: qualquer um pode perguntar e responder. Qualquer um pode contribuir.

De todos os livros que li, no entanto, indico A hora da Geração Digital, de Don Tapscott, que parte de uma pesquisa realizada com cerca de dez mil jovens americanos sobre seus hábitos e padrões de consumo e relacionamento. A conclusão? A internet revolucionou as formas de pensar, interagir, trabalhar e se relacionar, dando origem a uma geração multifuncional.

Tudo que tenho aprendido sobre internet, mídias sociais, jogos online, produção de conhecimento em rede, inclusão digital e educação me faz acreditar que os jovens de hoje, serão sim, pessoas melhores amanhã. Ainda que pareçam mimados e indisciplinados aos nossos olhos hoje. Eles sabem o que querem. Compartilham informações. Criam em equipe. Sabem lidar com a diversidade. Exigem que discurso e prática estejam alinhados.

As novas tecnologias estão influenciando o mundo. Estão nos influenciando. Influenciando as pessoas com as quais convivemos. Influenciando as empresas. As escolas. As nossas famílias. As propagandas que assistimos. As publicações que lemos. Os produtos que compramos. Não acredite naqueles que, com discurso pessimista, acreditam que isso não é bom e que o mundo foi melhor um dia. Até porque, não há como voltar atrás.

Desarme-se. Um novo mundo já começou.

*Giseli Rodrigues é escritora, professora, revisora, especialista em Letras, Recursos Humanos e Gestão Empresarial, e estudante de Psicologia.

ICMS e agrotóxicos: um exemplo de lucidez em meio ao caos
O amplo conjunto de ações impostas em 2019 por governantes brasileiros no sentido de fragilizar a proteção ao meio ambiente não tem paralelo na histó...
Compliance: benefícios práticos nas empresas
Um dos principais patrimônios de uma organização é, sem dúvidas, sua reputação, que pode ter impacto tanto positivo como negativo nos negócios. Indep...
Um olho no peixe, outro no gato
O agro brasileiro poderia ser bem mais assertivo em sua comunicação com os mercados, aqui e no exterior. Falar mais das coisas boas que faz, seguindo...
Como transformar a nossa relação com a natureza?
Falar em meio ambiente não é algo abstrato. Se traduz no ar puro que respiramos, na água que bebemos e na fauna e flora que nos cercam. Somos depende...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions