A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2017

08/08/2013 15:45

Pai, um presente para você: aproveite sua família

Por Christian Barbosa (*)

Alguns grandes empreendedores e executivos vivem dizendo que para chegar ao topo é necessário escolher entre o sucesso profissional e a família, muitas vezes afirmando que seria impossível ter resultados com equilíbrio entre as duas partes. Precisamos enxergar que são dois elementos fundamentais e, se não procurarmos um equilíbrio, todo o esforço concentrado em um só ambiente pode não valer a pena no futuro. Isso não pode ser levado por uma pressão da empresa, precisa ser uma escolha pessoal.

Enquanto os filhos são pequenos, acredito que até os 15 anos, existe uma vontade intrínseca de serem amigos dos pais, querem partilhar o mundo ou chamar a atenção para suas experiências. Depois desta idade, naturalmente constroem seu próprio universo, seus amigos, suas escolhas e quem não terá tempo para os pais serão eles. Se você ainda não conquistou a amizade, o respeito e o carinho dos seus filhos, saiba que depois de certa idade tudo fica mais difícil, não impossível, mas um pouco mais complicado.

Infelizmente a vida não permite que o tempo com os filhos seja 100% dos nossos dias (ou felizmente, porque ficar todo o tempo com meu filho também seria muito chato para ambos!). O que acontece muitas vezes é o desencontro de horários. Talvez quando você sair de casa eles ainda nem terão acordado, e quando chegar pode ter uma grande chance de já estarem dormindo. Nesse caso você precisa querer criar momentos para os filhos.

As oportunidades para que isso ocorra são inúmeras, como por exemplo, os finais de semana que você poderia deixar o smartphone e o notebook de lado e passar tempo de verdade com eles. Desenvolver a rotina de jogar videogame ou jogos educativos como um banco imobiliário e jogo da vida, ou simplesmente lembrar-se deles no meio do dia com um simples telefonema, perguntando como estão e dizer que sentiu saudades.

Se você fica sempre até mais tarde na empresa, porque não pedir ½ período para o seu chefe de um dia mais tranquilo e fazer uma surpresa para seus filhos?
Pessoalmente, nessa fase da minha vida, tenho um grande volume de viagens, mas mesmo assim tenho tempo com meus filhos. Quando chego em casa tenho a oportunidade de ainda estarem acordados e temos tempo para conversar.

Costumo ajudar o mais velho no computador e ainda dou algumas aulas de programação. Com o mais novo converso sobre tudo, principalmente sobre a sua vontade de empreender em algo no futuro. Meus filhos têm aulas de tênis aos sábados, assim podemos ficar na mesma aula juntos e cooperando para jogar, o que acaba criando um vínculo de confiança mútua e certa liberdade entre nós.

Se você não pode passar o tempo com seus filhos todos os dias ou finais de semanas, separe suas férias para aproveitar o tempo com a família. Uma fórmula que alguns amigos costumam praticar e que pode ser bem efetiva, é separar viagens individuais de curta duração com cada um dos filhos. Pode ser uma forma de aproximação e doação única. O importante é saber buscar o seu sucesso profissional, mas aproveitar sua família.

É importante preencher o tempo dos seus filhos, torná-los seus amigos e fazer efetivamente parte de suas vidas. Pois se não o fizer, alguém poderá fazer por você e, sem a proximidade com eles, você não saberá as boas ou más influências que estarão presentes. Faça o hoje um tempo que te dê orgulho no futuro quando você olhar para trás.

Todos os dias são os dias dos pais, então faça a sua vida com a sua família valer à pena!

(*) Christian Barbosa - Maior especialista no Brasil em administração de tempo e produtividade, é CEO da Triad PS, empresa multinacional especializada em programas e consultoria na área de produtividade, colaboração e administração do tempo. Ministra treinamentos e palestras para as maiores empresas do país e da Fortune 100. Autor dos livros A Tríade do Tempo; Você, Dona do Seu Tempo; e Estou em Reunião; e co-autor do Mais Tempo, Mais Dinheiro. Sua mais nova obra é: Equilíbrio e resultado – Por que as pessoas não fazem o que deveriam fazer?

Reforma da Previdência: aprofundando o deserto na vida dos trabalhadores
O cinema enquanto “sétima arte” muitas vezes busca retratar realidades cotidianas na telona. Não foi diferente o filme “Eu, Daniel Blake”, ganhador d...
O dilema das prisões brasileiras
No último mês de janeiro assistimos, estarrecidos, às rebeliões nos presídios de Manaus, Boa Vista e Natal. As cenas de corpos sem cabeças chocaram a...
Desglobalização seletiva
Para muitos analistas, a desglobalização significa a tendência das nações se fecharem para o comércio internacional. Neste movimento estão incluídos ...
Terça-feira de carnaval não é feriado
Bem ao contrário do que a maioria pensa, a terça-feira de carnaval não é considerada oficialmente feriado nacional. O mesmo ocorre com a quarta-feira...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions