A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 27 de Maio de 2019

13/05/2019 17:45

Alunos e servidores "abraçam" IFMS em protesto ao corte de verbas

Os prédios em Aquidauana, Campo Grande, Corumbá, Coxim, Dourados, Nova Andradina, Ponta Porã e Três Lagoas foram "abraçados"

Silvia Frias
Alunos e servidores fizeram ato no campus em Campo Grande (Foto/Divulgação)Alunos e servidores fizeram ato no campus em Campo Grande (Foto/Divulgação)

Estudantes e servidores do IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul) fizeram abraço simbólico, em ato de “defesa da educação profissional, científica e tecnológica”. Os prédios da instituição em Aquidauana, Campo Grande, Corumbá, Coxim, Dourados, Nova Andradina, Ponta Porã e Três Lagoas foram "abraçados".

A mobilização nacional foi organizada pela Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica diante do bloqueio de crédito orçamentário anunciado pelo Governo Federal no dia 30 de abril.

De acordo com nota emitida pelo Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), do qual o IFMS faz parte, cerca de R$ 900 milhões estão bloqueados, o que representa de 37% a 42% dos recursos de custeio previstos para o funcionamento das unidades.

No caso do IFMS, dos R$ 40 milhões previstos na Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2019, quase R$ 17 milhões estão bloqueados. O valor representa 42% das despesas discricionárias, o que inclui investimentos em obras e aquisição de equipamentos, além do custeio para a manutenção.

Em Nova Andradina, foram feitos atos simbólicos pela educação profissional no campus rural e na unidade urbana do IFMS.

O reitor também trouxe informações sobre a reunião entre a diretoria do Conif e o ministro da Educação, Abraham Weintraub, realizada na sexta-feira, 10.

"No encontro, os dirigentes apresentaram as principais ações da Rede Federal ao ministro. Ficou definido que o Conselho Nacional formalizará junto ao MEC a lista de instituições que estão na iminência de ter as atividades paralisadas por não estarem conseguindo honrar com os compromissos junto aos fornecedores", relatou.

Outra ação de Luiz Simão em Brasília foi a entrega de ofícios a senadores e deputados federais. "Uma das proposições, inclusive, é a de que os três senadores sul-mato-grossenses marquem uma agenda única com o ministro da Educação, em mais uma tentativa de reverter o bloqueio de crédito orçamentário", explicou o reitor.



Houve manifestação "abraço" na Reitoria, em CG também. Por que não houve a divulgação e foto desse ato?
 
Ingrid em 14/05/2019 10:45:31
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions