ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, DOMINGO  14    CAMPO GRANDE 10º

Cidades

Com mais 1,2 milhão de domicílios, MS tem mais casas do que condomínios

Pesquisa também revela que o Estado conta com 3.109 mil domicílios coletivos, como hospitais e presídios

Por Jéssica Fernandes | 14/06/2024 13:13
Casas no Bairro Oiti, em Campo Grande (Foto: Alex Machado)
Casas no Bairro Oiti, em Campo Grande (Foto: Alex Machado)

Pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgada nesta sexta-feira (14) aponta que Mato Grosso do Sul possui 1.206.036 domicílios particulares e 3.109 domicílios coletivos, como hospitais, presídios e hotéis.

Conforme o CNEFE (Cadastro Nacional de Endereços para Fins Estatísticos), no Censo Demográfico 2022, o Estado também tem 76.139 mil  estabelecimentos agropecuários, 2.648 mil comerciais, 3.709 mil de saúde, 165.107 mil de outras finalidades e e 8.156 mil estabelecimentos religiosos. A pesquisa registrou que 42.915 imóveis estão em construção ou em reforma.

Na pesquisa realizada pelo IBGE, os domicílios passam por classificações diferentes de acordo com o tipo de edificação. Essa distinção é feita para diferenciar casas, casas de vila, condomínio ou apartamento. Seguindo esse critério, o resultado final é que Mato Grosso do Sul tem 164.646 casas e 76.396 apartamentos.

No levantamento, bairro Rita Vieira é usado como exemplo. (Foto: IBGE)
No levantamento, bairro Rita Vieira é usado como exemplo. (Foto: IBGE)

Para complementar, MS tem 90.541 endereços em arranjos condominiais, sendo: 23.527 mil de endereços em condomínios que estão entre 6 e 20 endereços, 16.711 mil em condomínios entre 21 e 50 endereços, 15.016 mil em condomínios entre 51 e 100 endereços e 35.287 em condomínios com mais de 100 endereços.

Já entre os complementos mais comuns de endereços, foram registrados 58.851 ‘Fundos’, 51.596 ‘Frente’, 48.696 ‘Bloco’, 46.696 ‘Lote’, 25.917 ‘Quadra’, 9.523 ‘Andar’, 5.122 ‘Térreo’ e 4.826 ‘Sobrado’.

No balanço desta sexta-feira, o instituto divulgou como exemplo o Bairro Rita Vieira. Na imagem estão os pontos  georreferenciados, que mostram onde está cada um dos locais registrados, como estabelecimentos comerciais e domicílios, com as cores correspondentes.

Endereço 'primordial' - Apesar do domicílio ser endereço ‘mais primordial’ para o IBGE, pois são nesse locais onde são feitas as pesquisas, a catalogação de outros desses demais estabelecimentos gera informações fundamentais para a realização de pesquisas escolares, de saúde e empresariais, além de servir de base para estudos acadêmicos, planejamento de políticas públicas que visam a auxiliar a população, bem como ajudam a iniciativa privada a visualizar os melhores locais para empreendimentos.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias